Mil e uma noites de moda: The Paradise estreia na passarela mostrando com quantas estampas se faz uma coleção que mistura o kitsch e o desejo, em pleno clima de rota da seda, à Sherazade nos envolvendo com uma história sobre a qual queremos saber mais e mais. Resposta: 12! Tem a cigana, a viagem pelo Nilo, a miragem de uma sereia árabe, mercadores, tigres em seu habitat natural, tapetes persas, pedras de turquesa, onças e a nossa preferida – sabres em fundo negro. Enquanto a marca exagera na estampa, as peças em si são mais contidas: a calça flare, a camisa ampla que serve pra ela e pra ele, panneaux, sunga, maiô, camisetas brancas com patches. Aqui e ali pipocam veludos lisos – os tênis tipo iate e os shortinhos esportivos devem fazer sucesso. E as bolsas e pochetes, atualização de um acessório da Yes Brazil? Lindas. O único porém é a sala de desfile ser tão grande – é de perto que a qualidade da estampa e do tecido crescem. A gente, que viu antes no backstage, já queria se juntar ao bando de 40 ladrões de Ali Babá e roubar tudo… (Jorge Wakabara)

Tags:                          

Compartilhar