Prada (masc) primavera-verão 2016

22.06.2015

Ícones infantis que remetem à velocidade: foguete, carro de corrida, e até mesmo o rápido coelho. Que também remete a “Alice no País das Maravilhas“, a história de uma menina que vai parar num mundo cheio de complicações aparentemente inexplicáveis, talvez uma metáfora-prenúncio do que o mundo tendia a virar na época que foi criada – e virou. Nessa temporada de primavera-verão 2016 da linha masculina e de pré primavera-verão 2016 feminina, apresentadas no mesmo desfile na Semana de Moda Masculina de Milão, a Prada que a gente vê é aquela que gosta de subversões: símbolos da inocência (como uma continuidade do outono-inverno 2015/16 feminino) só que apresentados em uma atitude atrevida. O vestido curto à anos 60 ou, principalmente, o microshort masculino soltinho: algumas peças são tão amplas que os modelos parecem crianças usando roupas de adulto. O cabelo crespo, livre. O graffiti dos símbolos da coleção no vestido, petulante, meio punk.

Mas qual é a história que Miuccia quer contar dessa vez? Ela contou no backstage que sua coleção é “pós-modesta“, uma brincadeira com o pós-moderno. Mas você vê ostentação ou vaidade extrema como o tema dessa passarela? Talvez o que vem depois da modéstia não seja necessariamente o contrário dela. É uma coleção pop, com vermelho e azul acesos pontuando uma cartela do contrário mais calma, cheia de azuis escuros, brancos e pretos. Uma coleção sexy, de regatas, alças e pernas de fora. E acima de tudo, quem diria, uma coleção brincalhona. Confira mais na galeria clicando na foto!

Tags:                                    

Compartilhar