Os bruxos tropicais da Molett

20.04.2018

Bárbara Monteiro desenvolve a sua linguagem de peças amplas e confortáveis na Molett usando uma variedade cada vez maior de materiais. Nessa coleção apresentada no Minas Trend, batizada de Saramandaia, ela pensa nos termos da antropofagia de Oswald de Andrade, de rituais de culturas de povos ancestrais (canibalismo como forma de transferir habilidades e características de um pra outro), pra chegar em uma imagem de moda que é a sua cara: chapelões de crochê, clochard, impermeáveis, oversize, muita listra e a malharia que fez sua fama. O resultado tem pegada agênero e uma bossa brasileira sem clichês. (Jorge Wakabara)

Tags:                                      

Compartilhar