Moschino primavera-verão 2015

19.09.2014 - 12:45 Desfiles Milão 2 comentários

Ver mais fotos

Ela tem 55 anos. No entanto, por mais que a acusem de ser ferramenta de sexualização precoce, sexismo, distúrbios de autoimagem etc., é impossível negar que a Barbie continua sendo um dos ícones pops mais fortes e reconhecíveis do mundo. Então não tem nem como se enganar: quando o desfile de primavera-verão 2015 da Moschino começa com uma modelo de peruca “loira amarelona” longa e levemente ondulada, roupa inteira pink e batom pink combinando, é a Barbie que está ali. E é o trabalho do estilista Jeremy Scott, brincando com mais um símbolo da cultura americana e do consumo, sempre pronto pra divertir, hedonismo nas alturas e uma mão pesada no kitsch-camp pra qual alguns fashionistas torcem o nariz. É cafona? É exagerado demais? Olha, pode ser, mas também é muito engraçado, frenético, abusado. Nem todo mundo curte, mas quem curte curte demais!

A nova capinha de celular é do espelhinho da Barbie, pink com cabo pra segurar – deve ser o novo hit substituindo a de batata frita do McDonald’s. Já o tailleur com trompe l’oeil de biquíni deve ser mais difícil até pras empolgadas, apesar de deixar uma imagem marcante na passarela (pro bem ou pro mal?). Roupas feitas de toalha, acessórios exageradamente grandes que reproduzem as proporções dos acessórios da boneca, “cores de plástico“, dourado total, sinal de paz e amor (um aceno à tendência anos 60/70 que domina a temporada)… Tudo isso desemboca em uma sequência de vestidos tipo formatura americana dos anos 80, com volumes e babados over. Você duvida que Katy Perry e Ariana Grande usem um desses no tapete vermelho? Melhor não apostar dinheiro…

Tags:                                          

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas