Max Mara outono-inverno 2015/16

26.02.2015

Gigi Hadid abrindo um desfile já é um statement: a modelo que tem um perfil mais comercial e é cheia de curvas (tipo estrela do calendário Pirelli). E o motivo disso é o tema da Max Mara pra esse outono-inverno 2015/16: Gigi encarna uma versão moderna de Marilyn Monroe, com aquela sensualidade ingênua e voluptuosa. Tem quem até hoje chame a atriz preconceituosamente de loira burra mas, inconsciente ou não, ela tinha muito talento pra construir um mito a partir de poses e gestos em fotos. E um desses gestos dela, o ato de se abraçar no próprio casaco, é explorado na passarela: sugere fragilidade, proteção de algo que está mais profundo, acobertamento. Só nisso, a Max Mara ganha pontos, fazendo com que seus novos casacões já contenham todo um subtexto.

Mas tem mais na apresentação que rolou na Semana de Moda de Milão: neutros (especialmente o nude) são pontuados por tons de azul (o mais bonito é o piscina, quase verde água). Também chama a atenção o pied-de-coq (inclusive misturado com o pied-de-poule), o matelassado, a silhueta justa no corpo com comprimento mídi e a segunda pele usada em alguns vestidos, pra esquentar. Até o suéter justinho, que gerou a expressão “sweater girl”, marca presença. Porém não tem jeito – o que fica na memória são os casacos mesmo, em novas Marilyns como Gigi, Eniko Mihalik e Joan Smalls. Confira na galeria!

Tags:                              

Compartilhar