Marc Jacobs outono-inverno 2014/15

14.02.2014 - 11:24 Desfiles Nova York 5 comentários

Ver mais fotos

Todo mundo esperava mudanças? Bom, aparentemente nada mudou na marca Marc Jacobs, mesmo após a saída do estilista da direção criativa da Louis Vuitton pra se dedicar exclusivamente à grife que fundou (e, futuramente, vender suas ações na bolsa de valores). O desfile de outono-inverno 2014/15 poderia ser o mesmo se ele tivesse continuado no cargo, mas o fashionista não resiste, fica a procura de subtextos, ávido por uma pista… Só que a notícia mais óbvia que está nas manchetes hoje é a estreia da meia-irmã das Kardashian, srta. Kendall Jenner, na passarela do estilista com uma malha transparente que deixava pouco espaço pra imaginação, mostrando pro mundo os mamilos que ninguém ainda tinha visto no reality show!

Nas roupas em si: túnicas com calças, a calça abre de leve após o joelho à neo-bailarina, jaquetas bomber volumosas com pele de marta, cuissarde molinha, malha canelada (especialmente nas sobreposições de tom grunge que Marc adora), cascata de paetê degradê, bordado cheio de brilho com desenho abstrato à Pucci, ondulações sombreadas estampadas que depois “viram” 3D nos babados de organza. As modelos todas usam um cabelo chanel bem geométrico com faixinha. Elementos de delicadeza e do sexy são reconfigurados em um nonchalance, em algo mais. Desconstrução de clichês.

Tudo é aparentemente calmo na apresentação, com nuvens penduradas no cenário (formando sombras suspeitas no chão), e a voz de Jessica Lange declamando a música-símbolo do período pós-depressãoHappy days are here again“. Detalhe: hoje Jessica está intimamente ligada ao seriadoAmerican Horror Story“, musa que caminha perigosamente na linha que divide o cult e o trash. Não obstante, sua voz agora se liga a algo de sinistro, mesmo que de maneira involuntária. Marc diz que o desfile é uma reação ao anterior (lembra? Vitoriano com jeitão de thriller e cheio de bordados e pingentes). De fato a silhueta ficou mais limpa, a cartela de cor com tons de maquiagem é mais leve… Na comparação, chega a ser minimalista. Mas o ar de suspense, a ironia quando Jessica diz que os dias nebulosos são coisa do passado enquanto o cenário está cheio de nuvens, paira… Isso dá uma sensação de narrativa: você entra em uma história caso use essas roupas. Desperta desejo, e é um jeito very cool, very Jacobs de valorizar uma marca de moda.

Tags:                                                

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas