A luz do luar é muito chic na alta-costura da Givenchy

24.01.2018

Ela está de volta! A alta-costura da Givenchy, mesmo nos tempos de Riccardo Tisci, aparecia na passarela da temporada oficial bem raramente – a divulgação geralmente era no showroom, ou inserida no desfile masculino. Agora, sob a batuta de Clare Waight Keller, a marca está de volta pro calendário couture nessa primavera-verão 2018. A estilista estava com uma responsabilidade enorme nas mãos, já que seu desfile de estreia no prêt-à-porter da casa francesa dividiu opiniões e passou um tanto quanto em brancas nuvens. Mas parece que ela sabia o poder do seu taco ao ocupar uma vaga na Semana de Alta-Costura: com uma alfaiataria precisa, fazendo experimentos interessantes em estrutura (rendas formando babados mais pro geométrico que pro romântico; o ombro a ombro escultural do começo) e grafismos (com destaque pros plissados do fim com degradê ou ondas de cor), Clare agora mostra a que veio, como se estivesse guardando munição pra esse momento.

Inspirando-se nas fases lunares e no brilho do luar, a estilista é esperta o bastante pra atacar em uma seara em que a Givenchy já é uma potência, mas que Riccardo relutava em dar atenção especial em forma de desfile. De certa forma também parece uma sequência do clima gótico que o estilista anterior alimentava, mas com um inesperado modernismo injetado: látex, por exemplo! E ainda: moda masculina na alta-costura? Sim! Eles têm uma vibe rock ‘n’ roll, um pouco boêmia demais pra essa mulher ao lado dele que é tão poderosa e segura, mas também é interessante. Veja mais na galeria.

Tags:                                    

Compartilhar