João Pimenta primavera-verão 2015/16

16.04.2015

Matemática: cada um vezes 3, de cada 3 uma parte de cima curta, média e longa, de cada 3 uma parte de baixo longa, média e curta. João Pimenta impôs regras pela 1ª vez em uma criação de uma coleção sua (no caso, a de primavera-verão 2015/16) e essa necessidade de disciplina gerou um resultado interessante, na qual ele também quis limpar as suas referências e não buscar elementos nem masculinos, nem femininos – uma zona neutra, sem bolso, gola, prega, e em modelagem tubular. Não chega a ser um #genderblend: pela escolha das cores (preto com lampejos de branco e cru), o abotoamento duplo e a técnica de alfaiataria, invariavelmente a coleção acaba ficando masculina. Mas imaginar mulheres usando as peças também não é nem um pouco difícil – especialmente os jacquards, que aparecem em 7 padrões diferentes, e o patchwork de renda.

Segredinhos: o punho da camisa saindo pra fora é falso, só um punho acoplado mesmo; a gola que aparece no paletó na verdade faz parte da camisa; as peças trazem bolsos sim, mas internos. Muito boa a calça de jogging de tecido plano – por que ainda não pegou, né? Tem uma cara tão confortável. E destaque também pra beleza, com os cabelos arrepiados, meio “Dragon Ball Z“. (Jorge Wakabara)

Tags:                  

Compartilhar