Flavia Aranha outono-inverno 2017

04.05.2017

O livroGrande Sertão: Veredas” de Guimarães Rosa, o quadroAuto Retrato” de Tarsila do Amaral e viagens pro Vale do Urucuia, em MG, inspiram o outono-inverno 2017 da Flavia Aranha! Conforto e fluidez, marcas registradas das roupas da estilista, se combinam ao tingimento natural de praxe, que usa desde romã e catuaba até acácia negra e pau-brasil. Outra técnica que volta e chama a atenção é a da impressão botânica, que usa flores e folhas de verdade pra imprimir as estampas. Como cada peça é estampada individualmente, o resultado é único e exclusivo.

O algodão colorido da Paraíba do Grupo Natural Cotton Color, que é produzido com base na agricultura familiar e tem certificação orgânica, não só vira roupa mas também é vendido em cortes de tecido no e-commerce, pra quem quiser produzir sua própria criação com o material – bem legal! Também se destaca a lã natural de casacos e saias, fruto da parceria com a cooperativa de produtores de lã Cootegal que fica em Caxias do Sul, RS. Já os tecidos mais pesados são artesanais – fiados, tingidos e tecidos à mão por artesãs do Vale do Urucuia. O xinil, por exemplo, é uma técnica tradicional de tapeçaria antes utilizada pra arreios de cavalos e que depois foi incorporada na decoração das casas dos sertanejos – aqui ele vira casaco! Nos pés, mules e oxfords artesanais de couro de tilápia e tear de fibra de bananeira das artesãs do coletivo Ana Banana, de São Francisco do Sul, SC, recebem os tingimentos exclusivos do ateliê da Flavia. Vem ver mais na galeria!

Tags:                                      

Compartilhar