Categorias: Desfiles SPFW

Fetiche vitoriano por Reinaldo Lourenço

24.04.2018

De uma camisola vitoriana surge o jabô – o babado dessa vez vem com pontas, bordadinho de linha no acabamento, e essa faixa de sequência de triângulos também aparece nos vestidos de festa em aplicação manual em faixas verticais (demora tipo dois dias pra fazer uma peça!). Reinaldo Lourenço faz jogos de mostra e esconde nessa primavera-verão 2018/19, de volta ao SPFW: a gola é alta e fechada ou o decote é mais revelador e acompanha transparência; o cinema inspira a estampa de película. A camisaria é bem importante e o algodão, segundo o estilista, é um tecido ideal, chic e subvalorizado nos nossos trópicos. Sim: mesmo com a sensualidade no ar, dá pra sentir uma leveza – do algodão, da renda, no movimento dos vestidos. Os sapatos chegam bem variados, tipo cada um na sua, da rasteira ao salto agulha. Rei fez falta na temporada – é ela quem perde quando um estilista de renome não se apresenta nela, e não o contrário. (Jorge Wakabara)

Tags:                      

Compartilhar