Felipe Fanaia primavera-verão 2015/16

24.04.2015

É recorrente o uso do filmeThe Warriors“, de 1979, como inspiração em coleções de moda. Uma das últimas vezes foi a Ellus de outono-inverno 2015. Mas isso também é natural: o longa adolescente virou um cult, mais ou menos como uma versão pra rapazes de “A Garota de Rosa-Shocking”. E esteticamente ele explora gangues de rua quando elas ainda não eram alimento pras passarelas parisienses – meio caricato, mas extremamente divertido. Ou seja: prato cheio pra Felipe Fanaia e sua primavera-verão 2015/16.

O desfile de Felipe é montado de maneira diferente, com um casting grande mas que se apresenta em “blocos de gangue”. Tem desde os mais característicos do filme (como os warriors em si com clima anos 70 de colete de couro e calça boca de sino, os baseball furies com uniforme e tacos de beisebol e os hi-hats de listras horizontais e cara pintada) até adaptações (como os sadomasoquistas à rogues e os punks que continuam de jardineira jeans mas com camisetas de estampa corrida fofa por baixo). Ele ainda encontra espaço pra outras tribos, como os grunges. E abre o seu leque: tem as já citadas estampas corridas pra quem já é cliente; tem jeans skinny pra quem quer apenas uma boa calça skinny; calça preta com zíper dourado enfeitando pra quem quer uma peça diferente mas não tem o lado lúdico que o estilista explorou bastante nas últimas coleções; e as malharias e xadrezes gostosos, máxi, com uma cara bem confortável, daqueles são bons até pra dormir. Qual é a sua gangue? (Jorge Wakabara)

Tags:                                        

Compartilhar