Desfile de estreia da Ahlma foca na autoexpressão

20.11.2018 - 06:30 Desfiles comente!

Ver mais fotos

Faz um pouco mais de um ano que a Ahlma existe e agora a marca comemora na passarela do Brasil Eco Fashion Week. É um jeito dela mostrar suas crenças e o que caracteriza a sua imagem de moda, e ela consegue o feito com a ajuda do styling de José Camarano, misturando peças já lançadas ao longo desse tempo com novas propostas e garimpos de brechó; parcerias; tecidos recuperados, reciclados, certificados – o segredo da marca é não se prender em apenas uma ideia ou processo mas assimilar e acreditar em um discurso mais fragmentado e em diversos processos paralelos de criação e de produção. O resultado é uma mistura que tem a ver com o guarda-roupa do millennial: variações de material e silhueta, ideias instigantes de styling, tudo com os dois pés no streetwear

Nesse exercício de expressão através da roupa, falando de um jeito positivo de diversidade e liberdade, pintam alguns signos da Ahlma: o oversize, o macacão como peça-chave, o look monocromático, o arco-íris formado pelos looks. A ideia é oferecer coisas bacanas pra que cada um construa sua própria identidade dentro desse universo. Destaque pra algumas parcerias: a da Pantys com uma moda praia que funciona como absorvente lavável e reutilizável, Converse branco nos pés (o clássico que vai poder ser utilizado por várias estações também traz um pensamento mais sustentável em si), os brincos da Ecran e os chapéus de Alexandre Pavão com Juju Lattuca. E, claro, a camiseta vermelha que é o preview da parceria com a cantora Letrux a ser lançada nessa quarta, 21/11, no Rio, com peças que trazem trechos das letras da cantora – elas são produzidas sob demanda!

Tags:                                        

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas