Burberry primavera-verão 2017

20.09.2016 - 11:31 Desfiles Londres comente!

Ver mais fotos

A Burberry sempre esteve muito conectada com as novas tendências de tecnologia e consumo, especialmente em comparação com seus concorrentes. Ela apostou em transmissão ao vivo quando poucas marcas curtiam a ideia, intensificou sua presença nas redes sociais de maneira pioneira, já tinha um ensaio de “see-now buy-now” com peças selecionadas de seus desfiles disponíveis pouco tempo depois da apresentação. Mas a primavera-verão 2017 é um marco de sua história: pela 1ª vez e em lojas ao redor do mundo ela lança um “see-now buy-now” completo. E se o que a gente tem visto nessas “coleções pronta entrega” é muita coisa comercial pronta pra sair na rua, a Burberry muda todo o jogo, o local de sua apresentação e, sim, a sua própria imagem de moda na passarela… pra algo mais ousado!

Se antes os desfiles da marca britânica contavam com uma plateia gigante e aconteciam numa estufa superiluminada, agora Christopher Bailey leva seus convidados (em um número bem menor) pra Makers House, um local temporário montado dentro da livraria Foyles no Soho londrino – mais fechado, aconchegante e escuro. Num mix da ambientação típica da Valentino e da atual Gucci de Alessandro Michele, a Burberry já mostra um clima completamente diferente ao qual estamos acostumados a ver dela.

A música continua sendo ao vivo, agora com uma orquestra de câmara e coral. E a roupa? Inspirada em “Orlando“, o livro #genderblend de Virginia Woolf, e misturando rufo elizabetano com pijama de listra e robe mais gibão estilizado, brocado floral, tapeçaria… É tudo muito rico, bem montação fashionista, e ao mesmo tempo atraente. Os clássicos da marca (trench, o xadrez típico etc.) estão praticamente escondidos aqui e ali, mas continuam à venda nas lojas. E o que mais chama a atenção são as peças “diferentonas”: mangas infladas, saia mídi transparente com babado, casacos com modelagem inspirada em roupas de outros séculos, o oversize mais largado e com menos volume, o devorê geométrico. O styling também conta muitos pontos com as sobreposições de peças ombro a ombro e a mistura de padronagens e texturas num mesmo look. É uma nova Burberry, mas será que os clientes vão gostar? Se eles já curtiam o pioneirismo dela, tudo indica que sim. Veja mais na galeria!

Tags:                                                              

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas