Burberry outono-inverno 2017/18

21.02.2017

Desde a temporada passada, a inaugural do “see-now buy-now” da Burberry, o estilista Christopher Bailey tem surpreendido por também mudar o curso criativo que vinha sendo apresentado na passarela até então. Mas esse outono-inverno 2017/18 apresentado na Semana de Moda de Londres vai ainda mais longe: inspirado no escultor Henry Moore, que era dado a jogos de (des)proporção nas suas figuras meio humanas meio abstratas, Bailey corre pra areia mais movediça que é mexer em modelagem mais do que sugerir combinações de cores, estampas, materiais ou bordados. Tanto que a cartela de cor é extremamente enxugada pra neutros (inclusive com o camelo do clássico trench) com interferências principalmente do azul (mas é basicamente aquele azul de camisaria, quase neutro); e algumas peças são extravagantemente assimétricas – novidades pra Burberry.

Também é certo que o styling inclui outros itens extremamente básicos que podem ter boa saída comercial: a calça preta justa, a camisa branca ligeiramente alongada, o chemise listrado curtinho… Ao mesmo tempo, esses não chegam a ter personalidade o bastante pra ser facilmente reconhecíveis no cabide como “a peça que estava no desfile”.

Então despertam algumas questões: o desfile hoje é, mais do que nunca, apenas parte de uma estratégia de marketing pra gerar mais buzz? Ou no “see-now buy-now” pro mercado de luxo só vai sobreviver quem entregar o ousado e o diferente, mesmo correndo riscos maiores de não vender tão bem? O fim da apresentação também serve de reflexão: os looks entram “encapados” por peças ainda mais conceituais, de tricozões a maxirrufos passando por arranjos de pérolas, body chain intricados, bolotas felpudas unidas… É uma representação do que os mais pessimistas (ou realistas?) têm visto na moda atual: mais do mesmo, empacotado de maneira bem chamativa e charmosa. No caso da Burberry, as tentativas de sair da mesmice são louváveis, sim. Veja mais do desfile na galeria.

Tags:                                        

Compartilhar