Bruxas da floresta pra passarela da Coach

19.02.2018

Não é da bruxa clichê que a gente está falando, de chapéu pontudo – esse estereótipo, aliás, já se afundou depois de Harry Potter, né? No outono-inverno 2018/19 apresentado pela Coach na Semana de Moda de NY, o clima de “saí de um ritual pagão e estou a caminho da cidade” é que impera, com direito a vestidão se arrastando por cima de folhas caídas de árvores, símbolos místicos, jaquetões pra dar conta do frio. O estilista Stuart Vevers gosta mais do desenvolvimento de uma coleção após outra do que revoluções: por isso os símbolos americanos que ele escolheu pra criar o universo da marca, como os recortes de camisa de caubói e o xadrez grunge-lenhador, seguem cada vez mais destilados. Destaque também pras estampas de bandana, o uso do couro e do veludo, o patchwork e as sempre memoráveis jaquetas, cada vez com maior variação de modelos e tamanhos. Veja mais na galeria!

Tags:                              

Compartilhar