Alta-costura com materiais descartados? Sim, Ronald van der Kemp faz!

29.01.2019 - 16:25 Desfiles Paris comente!

Ver mais fotos

Couture com consciência: essa é o lema de Ronald van der Kemp para marca RVDK que ele abriu no final de 2014. Van der Kemp já havia trabalhado pra Celine (na época do Michael Kors, quem lembra disso?) e sua iniciativa logo teve apoio de compradores internacionais e da própria semana de alta-costura de Paris, onde ele desfila desde 2015.

Suas criações já apareceram nos tapetes vermelhos da vida, em celebs como Celine Dion, Mary J. Blige e Emma Watson – que usou RVDK no Golden Globes 2018, que foi marcado pelo movimento “Time’s Up” com as mulheres se manifestando através do look preto (veja aqui nesse link!). 

Vem ver: Os looks esculturais de Iris van Herpen na alta-costura de Paris

Holandês, van der Kemp produz suas roupas em pequenos ateliês em Amsterdã (por isso ele se define como demi-couture – entenda a diferença nesse vídeo!) e trabalha com materiais e tecidos descartados, ressignificando o “lixo” no mercado de luxo. “Só uso materiais existentes e trabalho espontaneamente com o que tenho. São os valores antigos da costura, feitos com sobras. Mas as sobras não precisam parecer sobras”, declarou à  “Vogue” americana.

Ou seja, seus modelos já nascem exclusivos! E não poderia ser diferente em seu desfile primavera-verão 2019 em Paris. A noiva, por exemplo, foi feita com roupa de cama! Confira o desfile completo clicando na foto!

Tags:                                                            

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Escolhas da Lilian

Últimas