A sobriedade chega pra todas – e pra Margiela também

01.03.2019

Depois da balada deliciosamente maluca da Maison Margiela pra alta-costura e sua linha Artisanal, fica… a sobriedade; uma volta pro minimalismo belga à Martin Margiela, o fundador da marca. Na trilha do outono-inverno 2019/20 apresentado na Semana de Moda de Paris, “O Lago dos Cisnes“; na passarela, uma sequência em cores neutras bem construída e técnica centrada na alfaiataria. Depois, lá pelo meio, começam a aparecer interferências principalmente nas costas, de cores ácidas e estampas com imagens alucinógenas: um pink, um azulão, um amarelo indo pro laranja em degradê… Pintam os híbridos, andróginos, alta-moda na rave. No fim do desfile, ainda entram looks desconstruídos com um quê japonista, pespontos aparentes, experimentação na modelagem com volumes maiores. Não é tradicional mas se enamora da tradição nos seus elementos e técnicas – não-conformista, provocador como John Galliano costuma ser. Tipo hacker, se infiltrando no sistema pra quebrá-lo. Você gosta? Confira mais na galeria!

Tags:                            

Compartilhar