Tudo o que você queria saber sobre yoga aérea

06.11.2013

Desde a apresentação da primavera-verão 2014 de Stella McCartney pra Adidas, na qual a estilista recriou uma academia com direito a nado sincronizado e yoga aérea, ficou a dúvida: o que é essa nova modalidade, afinal, e quais suas vantagens? Pra descobrir, Blog LP visitou a London Academy of Performance and Dance – uma das escolas londrinas que oferecem as aulas há mais tempo – e conversou com Richard Holroyd, que ensina a modalidade há dois anos. Tudo o que você queria saber está aí abaixo, confira!

. Existem dois tipos, sabia? Um é a yoga antigravidade, mais “performática”, segundo Richard. Feita apenas com auxílio do tecido acrobático (tipo de circo, que fica pendurado no teto!), dificilmente requer apoio dos pés no chão e ganhou adeptas famosas como a atriz Gwyneth Paltrow. Já a yoga aérea é feita na lona, com acessórios pra facilitar as posturas. “A ideia é oferecer mais estabilidade e assim, relaxar mais. Eu diria que a antigravidade é mais aeróbica, enquanto a aérea é mais relaxante e se aproxima mais das filosofias yogues”, finaliza ele.
. Vantagens: pra manter o equilíbrio, os músculos abdominais são trabalhados ao máximo, assim como braços e coxas. De bônus, rola uma melhora na flexibilidade – vantagem natural da yoga em si.
. Todo mundo pode tentar? Segundo Richard, sim! Ele recomenda o exercício especialmente pra gestantes e pessoas com problema nas costas, já que os diferentes acessórios garantem o apoio necessário. Pessoas com doenças autoimunes e com pouca energia também se beneficiam da prática.
. Frequência: Richard recomenda a prática diária, mas afirma que duas vezes por semana já é suficiente pra sentir a diferença.

E aí, vai tentar? Clique na galeria pra ver mais fotos!

Yéssica Klein, infohunter do Blog LP direto de Londres

Tags:              

Compartilhar