Só se fala de...

Especial: Madonna e Michael – anos 90

18.08.2008 - 16:00 3 comentários

Nessa segunda parte da super-homenagem ao Rei e à Rainha do Pop, o foco são os anos 90, década conturbada para um e de grande mudança para outro. Ambos se tornaram papai e mamãe.

1990 – Vogue e US$ 1.089 billhão

Michael Jackson assina contrato recorde de US$ 1.089 bilhão com a Sony Music, que asseguraria sua permanência na gravadora por mais 15 anos. Nesse período, ele deveria lançar seis álbuns e receberia US$ 180 milhões antecipados por cada um. No livro dos recordes, Michael se torna o artista mais bem pago da indústria da música.
Já Madonna volta ao cinema com o filme “Dick Tracy”, no papel de Breathless Mahoney, ao lado do ator Warren Beatty, com quem tem um caso. A trilha sonora do filme é lançada no disco “I’m Breathless”, onde também é incluída a canção "Vogue", que se torna um hino das pistas e um dos maiores sucessos da carreira da cantora. Neste mesmo ano Madonna inicia a “Blond Ambition Tour”.


Fashion point: Michael está mais branco a cada dia e declara no programa da Oprah Winfrey que o motivo da descoloração de sua pele é o vitiligo. Já Madonna aparece como diva noir em “Dick Tracy” e o clip de “Vogue” é um dos mais fashionistas de sua carreira com referências a grandes fotógrafos de moda do começo do séc. XX. Madonna está no auge e seu visual não fica atrás. A parceria com o estilista Jean Paul Gaultier para os figurinos da turnê cria uma das imagens mais icônicas da historia do show bizz.

1991 – The Immaculate Dangerous

Michael lança “Black or White”, o primeiro compacto do álbum “Dangerous”. O single ganha um grandioso clip dirigido por John Landis (de “Thriller”), com 10 minutos de duração. O videoclipe é transmitido simultaneamente para 27 países perante uma audiência estimada em 500 milhões de pessoas, um novo recorde.

No final do ano, Madonna lança sua primeira coletânea de sucessos, “The Immaculate Collection”. O videoclipe de “Justify My Love” é banido da MTV devido ao seu conteúdo erótico. Madonna também lança o documentário “Na Cama com Madonna”, no Festival de Cinema de Cannes, onde aparecem os bastidores da turnê mundial “Blond Ambition Tour”.

Fashion point: Michael está mais casual e chique na divulgação de “Dangerous”. Usa camisa branca sobre regata branca, quase da cor do cantor. Madonna está na fase Marilyn Monroe, como vemos no clip “Justify My Love” e na apresentação do Oscar.

1992 – O rei e a rainha do pop chegam ao Brasil

Em 21 de outubro deste ano Madonna lança o livro “Sex”, um trabalho com fotografias de Steven Meisel, onde a cantora aparece quase sempre nua, sozinha ou com celebridades como Isabella Rossellini, Naomi Campbell e o rapper Vanilla Ice, em situações que retratam suas fantasias eróticas. No mesmo ano, lança o disco “Erotica”. No ano seguinte, vem pela primeira vez ao Brasil com a turnê “The Girlie Show”. Michael continua com a turnê de “Dangerous”.

Fashion point: os figurinos das turnês são memoráveis. Michael de macacão futurista dourado e Madonna em look s&m, de sutiã, shorts bordados com paetê, bota e chicote.

1993 – Processos judiciais e criativos

Em agosto, Jordan Chandler, de 13 anos, acusa Michael de abuso sexual. O cantor cancela o último seguimento da turnê de “Dangerous”, pouco antes de deixar o México. Depois de ser internado em uma clínica de reabilitação para dependentes químicos na Irlanda do Norte, alegando necessidade de se restabelecer de um vício em analgésicos, o cantor se pronuncia pela primeira vez. Afirma ser incapaz de “causar mal a uma criança”. Depois de seis meses de negociações, o astro fecha um acordo confidencial com o pai do adolescente. Especula-se que a família tenha embolsado quase US$15 milhões. Já Madonna se retira para preparar seu novo álbum.

1994 – Bedtime Presley

Madonna volta com um novo álbum, dessa vez mais calmo e romântico: “Bedtime Stories”. Neste ano, Jackson se casa com a filha de Elvis Presley, Lisa Marie Presley. A união é amplamente divulgada e criticada pela imprensa, que especula sobre a conveniência do casamento, realizado logo após o término das investigações criminais contra o astro. A primeira aparição pública do casal é em setembro no MTV Video Music Awards. Eles entram no palco, seguem por uma passarela e se beijam. O matrimônio dura dois anos.

Fashion point: Madonna aparece de camisola e pijama pra lançar seu disco de “histórias de ninar”. Michael agora é definitivamente branco e usa cabelo alisado com corte chanel.

1995 – Something to History

É lançada a segunda coletânea de Madonna, só com músicas românticas como “Something to Remember” (que dá título ao disco) e algumas faixas inéditas. Em junho chega às lojas o álbum duplo “HIStory: Past, Present and Future”, de Michael. São gastos US$ 30 milhões em publicidade e propaganda pro lançamento. É a maior campanha de marketing já montada para promover um disco. “HIStory” vendeu até hoje 16 milhões de cópias (ou 36 milhões de unidades, já que o álbum é duplo). Michael vem ao Brasil para gravar cenas do videoclipe de “They don’t Care about Us” em uma favela no RJ e também na Bahia, com o grupo de percussão Olodum.

Fashion point: Madonna aparece chiquérrima com cabelo liso na altura do ombro e vestidos Versace na divulgação de “Something to Remenber”. Michael encarna quase um baiano vestindo jeans justo e camiseta do Olodum em pleno pelourinho.

1996 – As crias

Em setembro, Michael dá início à “HIStory World Tour”. Ao final, mais de um ano depois, leva 4,5 milhões de pessoas aos estádios de 56 cidades em 35 países diferentes. Com isso, a turnê estabele um novo recorde mundial de público. Em novembro, o astro se casa com a enfermeira dermatologista Deborah Rowe, com quem tem dois filhos. Madonna fica grávida do seu treinador pessoal, Carlos León. No dia 14 de outubro, dá à luz a sua filha, Lourdes Maria Ciccone Leon, que Madonna trata por “Lola”. Em seguida, a cantora estrela o filme "Evita", no qual encarna a ex-primeira-dama argentina Eva Perón. 

Fashion point: o acessório fashion do cantor é uma polêmica máscara cirúrgica que coloca até nos seus filhos. Para encarar Evita, Madonna se veste de Dior dos pés a cabeça, aliás essa era a marca preferida da primeira dama argentina.

1997 – Blood on the Dance Floor

Oito canções inéditas de “HIStory” são remixadas e lançadas na semi-coletânea “Blood on the Dance Floor”, que vende 10 milhões de cópias e se torna o álbum remix mais vendido. Um curta-metragem de 35 minutos intitulado “Ghosts” e estrelado por Michael estréia nos cinemas europeus na mesma época. O grupo Jackson Five é incluído ao Hall da Fama do Rock and Roll. Quatro anos mais tarde, em 2001, Jackson receberia a condecoração como artista solo. Madonna prepara seu mais novo álbum.

Fashion point: Michael aparece fashion em terno vermelho no clip de “Blood on the Dance Floor”.

1998 e 1999 – Ray of Stranger

Depois de quatro anos sem lançar um álbum inédito, Madonna reaparece com “Ray of Light”, que mistura música eletrônica e uma estética mística, extraída do hinduísmo, budismo e cabala, da qual se torna adepta. Ganha vários prêmios, entre eles, quatro Grammys. No fim dos anos 90, Michael está recluso praticando seu lado paterno.

Fashion point: Em “Ray of Light”, Madonna vem com cabelão loiro cacheado e o figurino calça social com jaqueta jeans e camisa de cetim se torna o look do momento.

Tags:    

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest

Comentários (3)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>