Curvas, o retorno: 6 motivos pra acreditar que você não precisa perder o culote

A moda tem sido acusada constantemente de fator principal de estímulo pra distúrbios alimentares – por causa das modelos magérrimas, quase andróginas, na passarela. Mas existe algo mudando no ar. A revalorização das curvas e a procura por uma estética mais saudável parece estar saindo do âmbito da discussão e se tornando uma tendência – e uma realidade. É a busca por uma imagem feminina e mais natural, e uma reflexão sobre, afinal, o que é bonito? Seguem 6 motivos pra você pensar sobre o assunto!

. O fator Lizzie Miller: em setembro do ano passado, Lizzie ficou conhecida simplesmente por ter posado nua na revista “Glamour“. Mas com um detalhe: ela não tem o tal “corpo perfeito”. O assunto rendeu tanto que, em janeiro de 2010, a V Magazine” dedicou sua revista a modelos de tamanho G, com participação de nomes do quilate de Karl Lagerfeld.

Reproduçãolara-stone-coco-rochaLara e Coco: ícones com curvas

. As novas modelos ícones são mulheres de peito: diga adeus à magreza Kate Moss. Lara Stone, a modelo nº 1 do mundo segundo o Models.com, é daquelas que assumem suas curvas. Coco Rocha, outra queridinha do mundo fashion, declarou recentemente que gosta de um hambúrguer sim, e não vai deixar de comê-lo pra entrar no padrão. Ou seja: talvez seja o padrão que tenha que entrar nelas…

Reprodução

Picture 1 of 11

Alessandra Ambrosio na Louis Vuitton outono-inverno 2010/11

. As angels agora são fashion. Sim, aquelas modelos de lingerie da Victoria’s Secret, que agora são requisitadas nos castings fashion – faz tempo que isso não rolava e elas eram relegadas ao time das “modelos comerciais”! A onda começou pequena, com Adriana Lima na Givenchy outono-inverno 2009/10. Depois Miranda Kerr foi uma surpresa na passarela de primavera-verão 2010 da Balenciaga. E quando você, fashionista, imaginaria que Alessandra Ambrósio desfilaria pra Prada, Giles e Louis Vuitton nessa temporada de outono-inverno 2010/11? Karolina Kurkova, Izabel Goulart, Doutzen Kroes e outras também deram o ar de sua graça – veja na galeria.

. Uma certa primeira-dama… Com um corpo nem um pouco mignon, Michelle Obama virou trendsetter. O que ela usa vira notícia, não por ser exatamente uma novidade, mas porque a sua imagem simpática e bonita parece lembrar as mulheres que pra ser vaidosa não é preciso pesar 20 kg. Foi um dos ícones de estilo em 2009 – e o mandato de Barack ainda tem anos pela frente…

Reproduçãolara-stone-pradaLara na Prada outono-inverno 2010/11

. O efeito Prada: no lugar de modelos bem magras, o casting escolhido por Miuccia nessa última Semana de Moda de Milão veio cheio de voluptuosas (Lara, Doutzen, Alessandra, Miranda…). Não é só isso: a estilista fez uma coleção histórica com foco numa cintura marcada e saias amplas abaixo do joelho. Recatada? E o decotão? E os babadinhos no colo que ressaltavam o tamanho dos seios? O erotismo está mais no velado do que no revelado… Críticos chegaram a chamar o resultado de New Look revisitado, referindo-se à revolução histórica que Christian Dior fez com a moda em 1947!

Reproduçãoelle-laetitia-louis-vuittonElle e Laetitia na Louis Vuitton outono-inverno 2010/11

. A confirmação vem da América: ou melhor, de uma combinação franco-americana. Marc Jacobs cria pro outono-inverno 2010/11 da Louis Vuitton uma coleção retrô que é irmã desse New Look revisitado da Prada. A saia, a cintura marcada, a valorização do “corpo-violão”. A apresentação foi batizada de “E Deus… Criou a Mulher” – o mesmo nome do filme que lançou Brigitte Bardot internacionalmente. Pra reafirmar a história, o casting também tem surpresas: Laetitia Casta e Elle Macpherson, ícones dos anos 90, mulherões. E se Miuccia propôs e Marc assinou embaixo, tá liberado o chocolate na TPM! E chega de comer só alfafa!

Tags:                                                        

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Comentários via Facebook

Comentários (84)

  • Considerably, the post is actually the sweetest on this noteworthy topic. I agree with your conclusions and will thirstily look forward to your approaching updates. Just saying thanks will not just be adequate, for the fantasti c lucidity in your writing. I will directly grab your rss feed to stay informed of any updates. Solid work and much success in your business dealings!

  • Mah disse:

    Gente todas nós que vestimos mais que 38 , vamos suicidar porque somos feias e não prestamos pra nada né!…Ow quanta futilidade…
    Acorda prá vida genteeee…

  • Pamela disse:

    ah.. por favor né, fala sério..
    eu acho que modelo tem que ser magra mesmo e pronto, pq se é um “modelo” de beleza deve ter o minimo de imperfeições possiveis,
    e a gordura é uma imperfeição terrivel, pq junto com ela vem a celulite e os desniveis no corpo, sempre apreciei um corpo magro, não necessariamente sem curvas.
    acho que por isso sou frustrada, tenho 16 anos, e tenho corpo como o povo costuma dizer “tipico brasileiro” ,pernas,quadril,bunda,seios, fartos e cintura fina, eu acho horrivel, 🙁 mas não posso fazer muita coisa, só tento emagrecer, e sei que nunca vou ter um corpo perfeito como o delas. Me dá até raiva quando me dizem que tenho um “corpão”… essas pessoas não sabem oque estão dizendo…

  • Bruna disse:

    gente eu acho que essas modelos,elas sao lindas mas nao tem a mesma beleza e a mesma sensualidade que a verdadeira mulher brasileira tem né,e se voces querem mais dicas de moda,para o corpo brasileiro entre no meu blog tenho certeza que voces vao aaaaaamaar:http://brunaevictria.blogspot.com/

  • Beatrix disse:

    Falando serioo gente mulher que usa mais que 38 é GORDAAAA!

  • Ursula MJ disse:

    Amei! Essa é a verdadeira mulher… as outras são escravas do sistema! É claro que existem as magras de natureza…mas o que se vê na passarela é forçado na maioria das vezes! Kiss

  • ivonete disse:

    Até q enfim mulher tem q ter corpo d mulher,isto é peito,bumbunzao e cintura, e nao tabua de passar roupa

  • Carol disse:

    Olha… Acho que o problema hoje em dia é que não há um meio-termo no mundo da moda: ou a pessoa é extremamente magra ou já caímos para o mundo das modelos plus-size, que vestem 46, são altas e extremamente voluptuosas. Não estou desmerecendo nenhuma das duas, o problema é que não é por você não estar no padrão de beleza 36 que tampouco se identificaria com o que uma modelo 46 usa na passarela. Há muitas mulheres usando manequim 40, com coxa e pernas um pouco mais grossas, peito, com tudo em sua devida proporção, e que nem por isso são consideradas gordinhas. Em que manequim essas mulheres irão buscar inspiração?

  • Vitor Fernando disse:

    Ah, mas que drama esse negócio de mulheres reais nos comentários. Modelos são magras e é isso aí. Se não curte, procura modelos plus size.
    Que chatiche!

  • Luana disse:

    Como se a Miranda Kerr fosse GORDA….

  • Naany. disse:

    Modelos devem ser magras sim,aonde já se viu modelos gordas na passarela?Seria um caos,e não teria nenhum glamour.
    As modelos citadas acima como Alessandra Ambrósio e Elle Macpherson são consideradas “Voluptuosas” por terem mais curvas que outras modelos,um aspecto mais saudavel como diz no texto,não são gordas!

  • Laurinha disse:

    Bom, tenho 21 anos, sou suuper antenada em moda, coleciono esmaltes, makes, roupas, amo estampas de animais (sintéticas claro!) e sou até uma referencia aqui na minha cidade.
    Detalhe, meu manequim é 42. não sou gorda, mas magra passa bem longe de mim. te nho bundão, rsrsrs, perna grossa, e sou baixinha, pouquiiisimo busto. mas amiigas, arraso nas festas!!! Até quando estou indo para o trabalho arranco suspiros… sou vaidosa, sei me cuidar, não relaxo nem um pouco. Engordei 22kg por conta de um problema de tireóide. Eu era bem magra, pesava 49kg. Mas hoje em dia, sou muito feliz, me acho linda, e me sinto gostosa!!
    Se voce se sente bem como é, todos vão te aceitar. Agora, dizer que a Alessandra Ambrósio esta cheeeia de curvas, já é exagero. Ela é lindissima, porém magra. Bem magra!
    Bjos

  • Fernanda disse:

    Vamos encarar os fatos:
    1) Mulheres obesas jamais irão para a passarela. Nem mulheres com gordura localizada. Assim como gente com acne sinistra nunca irá pra tv, etc etc;

    2) As voluptuosas da passarela são mulheres que transbordam erotismo, tem alguma cintura, alguma bunda e o peito, grande parte das vezes, é de silicone;

    3) passarela é um outro mundo sim, mas não é o trampolim para o que um dia virá a ser real? então ver mulheres com cara de mulheres sempre ajuda;

    4)adorei a menina que disse que a gente é que veste a roupa, e não o contrário. A roupa deveria nos fazer sentir melhor, mais bonita, diva.

  • Marilia disse:

    Eu conheci bem a Alessandra na época que estudamos juntas no Bandeiras. Gente ela tinha uma vida super regrada, comia pouco e se exercitava, com apenas 16, 17 anos (claro que a genética ajuda). Lógico que sendo modelo ela tinha que ser alta e magra, só que ela é uma magra com curvas, tinha cintura, peito e por incrivel que pareça a perna um pouco mais grossa que das outras modelos. Era super profissional, não saia a noite quando tinha sessão de fotos, se engordava um pouquinho fechava a boca no dia seguinte. Claro que cada um tem um padrão, eu me mato de fazer ginastica, tenho 1.65 de altura, uso 38 tenho bundão e culote e tendencia para engordar, me cuido muito pq faz bem para mim e minha auto estima, e tenho a Ale como exemplo de modelo saudavel e de incentivo de emagrecer e ficar mais bonita quando esta chegando o verão. Não quero ser e nem ficar iguais a elas, não tenho disturbios alimentares só sou vaidosa e não quero me espelhar em uma gorda para me sentir melhor…

  • Ladyloren@globo.com disse:

    Celly, nem toda mulher magra que tenha busto é silicone! Eu tenho 1,74, peso 52kg e uso soutien 44, em costas e sem silicone! Isso porque emagreci demais, porque meu número normal é 46! To longe de ser anoréxica ou bulímia,como de tudo e não tenho amnemia, antesque falem alguma besteira! Visto 36 e sou bem feliz asism.

  • Alana disse:

    Mulher bonita, gostosa são as magras!
    36,38. Qualquer roupa lhe cai bem. Por que são PERFEITAS!

  • Celly disse:

    Sinceramente a única curva ai, é a da silicone

  • Karol Lima disse:

    Penso que realmente vem aí um avanço na moda para mulheres mais curvilíneas, porém quem fez essa matéria não se importou com as mentes ainda em formação ou as mulheres que vestem 40. Eu visto essa numeração e levanto a bandeira, tenho 168 com 63 quilos, me sinto ótima, linda e maravilhosa. Pensar em ser magra não nos torna magra e quer saber? Pra quê deixar a vida de comer pequenos prazeres só pq alguém acha que estou gorda. Como a expressão de muitos aqui foi o meu mesmo pensamento, “Viva La Vida Bella”. Obrigada.

  • Tereza disse:

    Não sou fã fashion, mas achei que a matéria iria me atualizar.
    Não me importa se minhas curvas me colocam longe de um padrão de modelo, mas, nas roupas apresentadas nessa matéria, não importa curvas, tamanho, altura são muito feias. Com muito esforço aproveitaria 2 peças.
    Entretanto, sair da aparência de doentes já é um grande passo para as modelos e, como todas as profissões, as de modelo exigem características próprias, senão, qqr um seria jogador de basquete, piloto de carro ou lutador de sumô.
    Pessoas felizes não ficam se medindo em outras. São felizes e pronto.

  • Rosivane disse:

    voluptosas, adorei mas a realidade das gordinhas é bem outra mesmo, sempre acima do 46,mas magérrima não esta com nada.

  • miranda disse:

    voces saõ uma desocupadas,

  • Sniff…Mesmo assim essas modelos são muito mais magras que eu….KKKKK

  • NOSSA!!! ESSAS MULHERES QUE FIZERAM ESSES COMENTARIOS TEM QUE CAIR NA REAL!!!!
    AS MODELOS NAO SAO MAGERRIMAS NAO
    TEM CURVAS SIM
    ELAS QUEREM O QUE QUE DESFILEM BALEIAS PARA
    SE IGUALAREM A MULHER BRASILEIRA
    MAIS FACIL FECHAREM A BOCA
    EU AXO RIDICULO ISSO
    TENHO 22 ANOS, TENHO UMA FILHA JA
    E VISTO MANEQUIM 36
    TENHO 1,65 E PESO 50 QUILOS
    MULHER REAL É AQUELA QUE SE CUIDA!!!!!

  • Hosana disse:

    Uau, agora vou comer chocolate na TPM. Uau. Estou liberada, pensei que isso nunca aconteceria. ¬¬

    Precisamos mesmo que nos digam que tamanho usar, o que comer?
    Triste isso…

  • Stella disse:

    Bem, eu discordo que numeração 38 é irreal. Na grande maioria dos países é a numeração padrão das jovens. A maioria das minhas amigas usa 38 e eu também. Tenho 1.75m e peso 54kg. Nunca fiz regime e estou muito bem de saúde. No Brasil o padrão é a mulher “gostosa”, que na aqui na Europa é considerada acima do peso. Várias amigas minhas que são consideradas gostosonas no Brasil, vem passar férias aqui e ficam deprimidas por não chamarem a mesma atenção. Cada um vê o mundo atrávez de um “padrão” distinto. Para mim, essas modelos estão com um corpo ótimo e me parecem bem próximas da realidade.

  • Leda disse:

    MODELOS VOLUPTOSAS ? QDO ? Queridos deêm uma voltinha por aí..desçam do mundo irreal,e vejam a mulher brasileira comum,cintura fina quadril largo,pernas grossas,estatura baixa a mediana,manequin 40 a 46.Concordo plenamente com o Paulo.E como escreveu Mari Arruda :- as modelos parecem doentes,e não magras.

  • Raquel disse:

    PAULO ARRASOU FAÇO MINHAS AS TUAS PALAVRAS.

  • Mônica Rafaela disse:

    Na minha opinião as mulheres mais voluptosas são muito mais bonitas,e garanto que iram fazer muito sucesso! E concerteza iriá acabar com a anorequisia nas modelos.

  • CL disse:

    Ei, Acho que o povo ta tendo que pegar o dicionario e ver o que significa volupia, voluptosas!
    Pra encurtar a historia; as mulheres tipo Victoria’s Secrets sao sim as voluptuosas, as gostosonas de plantao, ou seja, aquelas mulheres bem violao e sem gordura localizada, com tudo pra cima e no lugar; ou seja; as do tamanho 38, Adriana Lima e Cia. No meu tempo de adolescente esse tamanho era bem comum por sinal eu era 36 e tinha amigas 34 e nunca precisei vomitar no banheiro pra perder peso. Se as meninas de hoje querem se acabar de tanto comer fast food, AGUENTA!!! Morre com pneu e celulite e ACEITA usar 40 ou 42, quando nao; 44. Por sinal as praias brasileiras estao virando a passarela das baleias fora dágua. Querem seguir a America, entao que se lasquem no padrao estetico!!!! Hoje tenho 35 anos e continuo usando 38, e comendo de tudo um pouco, sem regimes incluindo ocasionais fast food. E nao venham me falar de tendencia de engordar ou nao engordar que essa nao rola mais!!!
    Nao aguento mais esse politicamente correto em favor das gordas nao assumidas!!! Falou,

  • Esther disse:

    Concordo, Anne. Temos que valorizar todos os estilos de corpos…apesar de existirem as preferências….o que tem que acabar é o padrão.

  • Viviane disse:

    usar 38 não é tão impossível assim, eu sou pequena tenho 1,69 e uso 38 e não sou magrela. Agora, a menina tem mais de 1,80 e usa 38 é super magra, e ser chamada de gorda ou voluptuosa, aí é demais né

  • Vania disse:

    Parabéns pela matéria, minha opinião é que quanto mais divulguem que para ser bela não precisa ser esquelética melhor, eu não falo de pessoas comuns que usam manaquim 40 ou 42, mas para as modelos que usam 38 serem chamadas para desfilarem para as grandes griffes, isso sim é um avanso na moda, e mais oportunidades para as nossas modelos brasileiras é claro, e assim poderem todos perceberem que a beleza não é sinonomo de magreza, mas de uma mulher de verdade com peitos e curvas perfeitas, e não como estão tentando passar , ridiculizando , tenho apenas que parabenizar a todos que estão tentando mudar este conceito de moda, é claro que uma pessoa magra fica linda nas roupas, mas não uma pessoa esquelética, e as modelos chamadas de voluptuosa, são na verdade ícone de beleza. desculpe, mas moda para mim é sinonimo de beleza e desenvoltura quando se coloca uma roupa é se sentir bela e não feia .

  • Laura disse:

    s. m.
    1. Imagem, desenho ou objecto!objeto que serve para ser imitado (desenhando ou esculpindo).
    2. Molde, exemplar.
    3. Fig. Coisa ou pessoa que é ou merece ser imitada. = exemplo.

    As modelos nunca foram nem devem ser “as volupstuosas da vida real.” Ainda mais num país com 40 % de sobrepeso, que não é modelo nem de beleza nem de saúde. O importante é que qualquer avanço no sentido de interromper esse culto à magreza doentia é importante de deve ser noticiado e encorajado, pois é uma atitude arrojada. Não saímos de Cindy Crawford para Kate Moss em um dia, por que deveríamos fazer o contrário com tanta rapidez, ou esse absurdo de comparar modelos com “voluptuosas da vida real.” que, aliás, é um despropósito em qualquer época.

  • Karol Lima disse:

    Pensar em ser magra não nos torna magra. Somos humanos e como tal gostaríamos de ser tratadas como seres imperfeitos e lindos que somos. Como citação de “Paulo”(vcs realmente não tem senso do bem), manipulam mentes em fase de crescimento estipulando um estereótipo de beleza racista. Sou bonita, sou gostosa e visto 40.”Uma homenagem à todas as “40 ou mais”. Obrigada.

  • Karol Lima disse:

    Pensar em ser magra não nos faz ser magra. Somos reais , gostamos de ser reais e como tal gostaríamos de que o mundo nos vissem como pessoas que somos. Não deveria ser diferente em relação à nossas roupas. Somos belos seres imperfeitos e falo em nome de todas as garotas que vestem 40 ou mais. Como citação de “Paulo”(realmente vcs não tem o senso do bem) e manipulam mentes pequenas e frágeis. Sou bonita ,sou gostosa e visto 40. Obrigada.

  • Najat disse:

    Concordo totalmente com a reação da maioria nos comentários. Nota zero para este artigo.

  • Alessandra Potrich disse:

    Para aquelas que ainda apóiam a escravidão dos estereótipos da exceção o meu lamento, e para aquelas que, como eu, comemoram mais essa conquista feminina, minha admiração. Espero que as mulheres nao so se permitam gostar como sao, mas tambem possam encontrar na moda incentivo para tanto.
    Alessandra Potrich

  • Alessandra disse:

    Onde estão as curvas destas mulheres?? Com certeza as que possuem pernas grossas, quadris avantajados não teriam o perfil das passarelas… e outra: a mulher real é bem diferente!!!

  • Andréa Vasconcelos disse:

    Entendo que para a passarela é necessário que as modelos sejam magras até mesmo para que a roupa tenha um bom caimento, mas daí achar que para isso é necessário que estas mulheres sejam “osso e pele” é um pouco demais. Creio que esteja faltando equilíbrio em tudo e muito mais ainda nesse mundinho tão cheio de glamour, regras e futilidades. O pior de tudo é que não se ensina que para viver bem é preciso basicamente ter uma alimentação equlibrada e praticar exercícios físicos, tudo de forma moderada, sem rigores. Essas mulheres que desfilam a magreza deveriam ser as primeiras a transporem estas regras ridículas. Se elas não fazem, a indústria mercenária exige mais e mais. Claro, o objeto utlizado para esses fins são as próprias profissionais que para obterem a fama e o dinheiro se submetem a regras e exigências fora do padrão normal de vida. Vale a pena dizer não e vale mais a pena tornar a nossa profissão mais digna e respeitando a dignidade da pessoa humana, coisa bem distante desse mundinho faschion. Salvador, 17.03.2010.

  • Gislaine disse:

    Onde estão as gordinhas ?? não vi…pra mim falta “mercado” pra diferentes tipos de mulheres que existem, magra, gorda, alta, baixa e etc. Eu por exemplo sou magra e é que como até, se o mercado voltar agora só para as gordas eu é que vou reclamar. Na passarela tem que ter as magras, as gordas, as altas, as baixas e por ai vai, isso é que não existe ainda e não sei pq.

  • Daniela disse:

    Dessas acima, as únicas voluptosa é a Elle e a Laeticia, de resto não rola volume algum!

  • E agora, como os estilistas farão para ditar a moda? ao que parece eles só sabem fazer moda para vestir múmias, pois as modelos pela televisão parecem que já morreram a muito tempo, pálidas e com os braços e pernas tão compridos e finos que parecem verdadeiros fantasmas.
    Já passou da hora de valorizar a mulher brasileira com suas curvas e formas mais avantajadas, uma beleza real e saudável.

    São Paulo 17 de março. Luiza

  • Edith disse:

    Não vi nenhuma modelo com corpo violão.
    As roupas é que as deixaram gordas e desengonçadas.
    As duas Lara e Coco, têem “muitas curvas”.
    Me engana que eu gosto.

  • GRaziella Cardeal RJ disse:

    Bom saber que não é mais preciso ser anoréxica para ser modelo de passarela. Claro que elas não são o padrão da brasileira (bundão, pernão), ainda são super magras, mas gente, melhor 38 do que 32, 34, concordam? Elas são modelos, são diferentes mesmo pelo biotipo, não dá para vestir 42 também, se não, qualquer uma poderia ser modelo. Acho que isso já é um grande passo, o fato de elas assumirem suas medidas naturais já é um avanço, sim. E o mercado estar aceitando, mesmo que aos poucos, essas medidas, é ótimo. Agora, para quem veste 40, 42, 46 é usar como exemplo e assumir, sim, suas medidas e curvas. Isso não quer dizer que todo mundo tem que virar obeso, se acomodar, pelo contrário. Alimentação saudável e exercício físico sempre serão fundamentais. Comer guloseimas, claro, mas não é ser compulsivo.
    Acho que a lição que devemos tirar disso é que a conscientização para o excesso de magreza já está acontecendo, falta agora às pessoas se conscientizarem para algo tão sério quanto, a obesidade. Exercício e boa alimentação já, chega de choramingar o excesso de peso e a magreza dos outros.

  • Graziella disse:

    Modelo tem que ser magra e se for para passarela ainda mais, roupas caem como luvas, pra mim passou do tamanho 42 esta acima, corre pra academia e fecha a boca.
    Quanto a essa modinha das curvas, acredito que eles se referem a seios fartos e um bumbum mais saliente e não a braços e pernas roliços e uma barriguinha a vista.

  • Bia Figeredo disse:

    Assustam-me aquelas imagens cuja a cabeça é maior que os ombros…que horror!!!

  • Bia Figeredo disse:

    PASSARELA é uma coisa VIDA REAL é outra. Não dá prá confundir as coisas, por favor!!! ACORDA GENTE!!!

  • New disse:

    Parece até pida dizer que estas mulheres não são magérrimas. So fez-me sentir mais cheinha mesmo com meus 58kg.
    Bom…tambem imaginem so mais gordinhas com estas roupas em babados e saias amplas? Iam parecer elefantas!!!!!!!!!

  • mah disse:

    Se elas estão mais cheinhas, imagine se fossem magras?
    As passarelas ainda acham mais bonito mulheres cuja parte mais grossa da perna é o joelho; mulheres que precisam se entortar toda numa pose para parecer que tem alguma curva; mulheres que precisam exagerar no blush para parecerem saudáveis.

    Por favor, dizer que essas mulheres de 1.85m e 50kg estão mais próximas aos padrões comuns é irresponsabilidade e alienação!

    Não estou dizendo que são feias, mas que não são o padrão não são.
    A magreza ainda dita as regras e acaba por minar a autoestima de muitas mulheres.

    Vejam só a juliana paes! Quando começou a carreira até tinha curvas, agora, emagreceu tanto, pesa menos de 55kg (para as passarelas é praticamente alguém que precise de cirurgia de redução do estômago, mas para os padrões do dia a dia – que não são mais baixos, apenas mais palpáveis – ela é magérrima!
    triste.

  • cristiane disse:

    Pessoal, voluptuosidade significa volúpia, ou seja, sensualidade; erostismo. O termo usado foi para contrapor-se às modelos andróginas, que significa hermafrodita, comum ao homem e à mulher. Quanto à distância dessas modelos na realidade, também é verdade. Não creio que mulheres reais hão de desfilar um dia, que pena!! Uma jovem acima disse que a mulher magra deixa a roupa mais bonita, mas a função da roupa não seria vestir a pessoa e fazê-la sentir-se bem ou é a pessoa que servirá apenas como cabide de roupas? Temos aqui uma inversão de valores. não é?

  • Bem, só vi esta matéria agora e li todos os comentários. Se estas modelos são voluptuosas, esntão, sou uma extrema aberração. Tenho 18 anos já sofri de distúrbios alimetares e nunca consegui ficar com menos de 55 k, peso 63 e merso 1,55 e minha marsa corporal é normal para todos os médicos. Entretanto, não consigo fazer com que as pesoas a meu redor me vejam pelo que eu sou, elas só me notam pela minha aparemcia e um dos meu maiores problemas é não consegir comprar uma calça jeans, pois estas no número 42 viraram 38! e com a cintura extremamente fina. Meu conjuto quadril, pernas e nádegas são largos e muito cheios, não passam pela cintura fina da calça e um número maior fica caindo na minha cintura que é mais fina. O engraçado é que, para meu avô e seus amigos sou voluptuosa e eu queria saber onde me encaixo agora???

  • Aline disse:

    Aff gentee…cada coisa…As mulheres se sentem voluptuosas, são voluptuosas porq querem…existe metodo saudavel para solucionar esse problema! E fala sério, uma mulher magrinha, delicadinha…é muito mais elegante…tudo depende da gente pra sermos esbeltas!

  • lenice disse:

    So pra lembrar, nos vestimos pra imprecionar as mulheres e atrair os homens, e estes preferem um circuito cheio de curvas a uma estrada reta e sem graca.

  • heloisa disse:

    realmente é um abssurdo..magras demais..com olheiras demais…sem bunda demias…sem peito..só um monte de ossos desfilando.
    Será que marlyn Monroe conseguiria uma pontinha na passarela?
    È de se achar graça até…

  • lenice disse:

    Claro que isso acabaria acontecendo, pois, vivemos num mundo consumista e estes Estilistas precisam vender para continuar no sucesso, entao como vender roupas impossiveis de cair bem em mulheres que vivem no mundo real. Ate que enfim eles perceberam que sao as roupas que tem que se adequar as mulheres. Aleluia!!!!!

  • Lirian disse:

    Parabéns Paulo! vc foi o mais responsavel em seu comentario, o ser humano esqueceu completamente do mundo real em que vivemos!!! precisamos usar mais a empatia do querer aparecer…..

    Abraços…

    Lirian

  • Vladmir Ulyanov disse:

    Bem, quem gosta de osso é cachorro. As mulheres estão seguindo um biotipo pasteurizado, parecendo-se com gafanhotos, sem seios, sem bunda, sem quadril e pernas compridas, quando o que homem gosta e quadril largo, coxa grossa, etc. Até quando as mulheres vão tentar seguir o biotipo de garotinho androgino de 11 anos?? Bem, quando uma magrela passa ninguem olha, e quando uma cheinha, por mais que tenha celulite passa chama atenção.

  • Tethi disse:

    Sinonimo de beleza ligado a magreza.. a tendencia da passarela não pode retratar o real, e sim o que cada estilo tem a dizer sobre tal.. agora concordo que para fazer essa mostragem o caimento tem que ficar muito bem no corpo para passar a real imagem das propostas lançadas.. fica a critério de cada um saber o que fica melhor.. não é copiar é aprender a saber o que vc pode ou nao pode
    aceitando a estruttura de cada corpo como ele é e não como queremos que ele fique exageradamente.

  • daniela disse:

    outra coisa esse perfil de modelo magra esta levando as meninas a ficar doente eu mesmo tem transtorno alimentar

  • daniela disse:

    esta mais que na hora chega de esqueleto na passarela tem que dar oportunidade pras cheias

  • izete disse:

    Nossa, chamar de voluptosas, modelos que vestem 38? É demais. Vamos cair na real, mulheres brasileira (pelo menos as daqui do norte) têm quadris largos e pernas grossas…. vestem 40, 42 ….essas sim tem curvas, e, podem acreditar são bonitas…. Acredito que dizer que vestindo 38 está voluptosa (gorda, ou com fartura de carnes) é fazer com que milhares de mulheres (principalmente as bem mais jovens) entrem para o mundo das anfetaminas e da bulimia.
    Izete, de Macapá-AP.

  • Manu disse:

    Bom o que vale na minha opinião é o conceito. Se formos ver nenhum artista ou algo do gênero pretende ser alguem irreal. Se elas estão desfilando ai, é pq são mais reais do que nunca. O que faz as pessoas acharem que são tão fora do padrão assim. A sociedade precisa mudar essa visão, como um todo. Ah limites poxa. Igual novela, qntas novelas tem com atrizes com espinhas na cara, alguem quer ver espinhas na televisão?? Ah sei lá! Adorei o post, e visto 42. Isso ñ vai fazer com que eu emagreça só pq Alessandra Ambrosio veste 38.
    Moda é Conceito e não regra.

  • Maria Paula disse:

    Eu achei ótimo o post! É claro que a relação de “mulheres voluposas” ainda é um contraste com uma “modelo voluposa”. Acho sim que a pessoa antes de mais nada deve ser saudavel, e não apenas pensar em número de manequim.
    Para as pessoas que criticaram o post, vale lembrar que isso é só mais um passo que aproxima o mundo da moda do mundo real.

  • Bom, podemos até discordar que a numeração 38- que virou polêmica nesse post- não seja o padrão das “mulheres de verdade”. Mas, temos que principalmente concordar que a numeração 38 é bem acima do que eles pedem na passarela (abaixo de 34). Portanto na minha opnião é uma grande evolução e uma ponta do que virá daqui pra frente…
    Beijos.

  • Paulo disse:

    Jorge, errou feio ao tentar criar esta nova tendência. Vc tem noção do perigo de falar que meninas que vestem 38 são voluptosas? Vc sabe que várias meninas leem este post e vão direto pro banheiro vomitar ou tomar laxantes? Se 38 é considerado voluptoso no seu mundo, por favor, desça daí: esse seu mundinho é irreal e severo. O Pior é a sua amiga jana Rosa achando o post do ano. Pelo amor de Deus gente, tenham mais bom senso e responsabilidade com as palavras escritas, pois vcs influenciam muitas pessoas, usem este poder para o bem.

  • Luiza disse:

    Olha, dependendo, a roupa fica mais bonitas em pessoas mais magras, mas também pode ficar dependendo da roupa, até melhor nas cheinhas…

  • Mari Arruda disse:

    Gostei da matéria! Para quem ainda acha pouco vale ver o ensaio da V Magazine, lá a modelo Crystal Renn mostra um corpão e com as mesmas produções de uma modelo bem magrinha do lado, dá para ver que as duas ficam muito bonitas com as mesmas peças! As moças citadas na matéria tem alguma coisa para mostrar, o negócio não é a modelo ser magra, recentemente as modelos parecem doentes e não magras. Aí não tem produção que salve!

  • Joyce disse:

    Se isso for verdade mesmo, quem me dera… mas a maioria das mulheres chamadas de voluptuosas aí ainda são muuuuuuuito magras, comparadas com as voluptuosas da vida real…

  • mary disse:

    na minha opiniao as modelos mais magras deixam a roupa mais bonita na passarela.

  • Bruna Cipriano disse:

    A moda esqueceu de nós gordinhas, visto 46 e só tem roupa feia! Só porque tenho curvas, mereço roupas que caissem perfeitamente em mim! Obrigado!

  • michele mello disse:

    Aleluia! Lembraram-se que pode-se ser ultra-feminina com curvas!!! Francamente, estou muito cansada da ditadura imposta pelas passarelas, onde passou-se a acreditar que ser esquelética é ser cool. Por favor! Sou muito mais as curvas! E viva a feminilidade que reside nelas!

  • ber disse:

    li a reportagem da lara stone na vogue desse mês, e ela fala, toda chorosa, que não gosta qdo a chamam de gorda… só que ela veste 38! então, pode parar de celebrar o retorno das curvas, pq definitivamente, não vai rolar…

  • disse:

    AAH eu odeio curvas! E eu concordo sim, com o fato destas mulheres serem voluptuosas. Elas malham e controlam a alimentação para serem assim, não é pra você achar que agora você verá nas passarelas mulheres com gordurinhas a mais, como mais do que a metade do mundo! Elas só estão mais saudaveis, e deixar de comer para ser magra é o que o texto diz, que não deve mais ocorrer

  • Luiz disse:

    Que bom que a Chris escreveu exatamente o que eu pensei quando li a Alessandra Ambrósio chamada de “voluptuosa”. Não por acaso, a Folha de São Paulo de cerca de 15 dias reproduziu fotos e parte de uma matéria publicada na Europa (Itália, acho) criticando a Alessandra por sua magreza excessiva. É notório ver que a modelo emagreceu demais desde 2008, ainda mais se considerar que ela deu à luz recentemente.

  • Anne disse:

    Concordo. Nao tem como dizer que as mulheres citadas acima sao cheias de curvas. Alessandra Ambrosio e cia. sao magerrimas. O que elas tem de diferente sao mais peito (falando literalmente). Onde estao as modelos que tambem tenham quadril, perna grossa, etc? Nao se encaixam nos padroes da moda…

  • Graziela disse:

    Gente,mulher REAL veste 40,42,não 38,36.Plus size no mundo da moda é 38,então eu sou aberração né

  • Erica Medici disse:

    Concordo com em numero, genero e grau o que a Chris escreveu…as voloptuosas estão longe da realidade de nossos corpos, elas são magras!!!

  • jana disse:

    jorginho só vi agora, mas pra mim esse é o texto do ano. pqp pqp

    reginou, boneko!

  • Leblon Store disse:

    Ah, mas já é um passo. Pequeno, mas é um passo. Numa época onde o mundo sofre de distúrbios alimentares de toda sorte e que a maioria da população está aumentando de tamanho, é uma atitude que demorou á ser tomada.
    Uhay for the bombshell!!!!!!!!

  • Chris disse:

    Infelizmente, as mulheres chamadas “voluptuosas” pelo mundo da moda, ainda são magérrimas se comparadas ao padrão da mulher brasileira, por exemplo. Falar que Alessandra Ambrósio não é magra demais, me faz pensar que sou a Beth Ditto, isso pq eu penso 55 kg com 1,60m. Entendo a questão da tendência, mas não dá pra forçar a barra falando que as modelos citadas acima são próximas das mulheres reais.

  • Gustavo Garcez disse:

    Oh Jo gostoso, arrasoh! texto apetitoso, matéria deliciosa. Kilos de bjs

  • PEDRO disse:

    Mas esse lance de “voluptosas” na cena fashion não é tão novo assim
    Quem diria que um dia a “gostosa more” Pamela Anderson cruzaria a passarela de Vivienne Westwood?
    E me desculpa, mas dizer que essas mulheres são reais é pura asneira fashion
    Elas estão bem longe de serem reais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas