Só se fala de...

CEO da Puma fala de Chalayan e McQueen

25.03.2009 - 19:00 Moda 3 comentários

Cauê Moreno/DivulgaçãoJochen Zeitz no bar Volt

Jochen Zeitz, o atual CEO da Puma Internacional, participou da reestruturação da empresa em 1993 – foi sob sua gestão que ela ficou mais fashion e moderna. Ele passou aqui pelo Brasil e aproveitou para comparecer a um brunch promovido pelo braço brasileiro da marca ontem. O Blog LP fez algumas perguntas para ele – seguem os highlights!

“Uma vez o corredor Linford Christie me disse que gostava de se vestir bem durante as provas, pois acreditava que, quando estava bem vestido, seu desempenho era melhor. Isso é muito interessante, já que hoje nossos atletas aliam design e tecnologia a seus uniformes. Um bom exemplo disso é a sapatilha dourada de Usain Bolt.”

ReproduçãoUsain Bolt exibe seu sapato

“Quando convidamos o Hussein Chalayan [para trabalhar com a Puma como diretor criativo], queríamos um estilista que pudesse trazer um toque novo nossos produtos. Ele é uma pessoa voltada para a tecnologia, por um lado, mas também é muito criativo. Eu o considero um dos estilistas mais inovadores, que possui um entendimento claro da tecnologia e tem obsessão por novos materiais. Isso foi determinante para convidá-lo a tentar fazer algo completamente diferente e novo”.

ReproduçãoJochen Zeitz com Hussein Chalayan

“Já o Alexander McQueen é uma das mentes mais criativas da moda, o escolhemos por sua grande habilidade de mixar diferentes influências. Achamos que unir moda ao esporte seria um grande desafio para ele e a resposta foi uma coleção surpreendente, onde é possível perceber a união da tradição com a tecnologia no sportswear”.

ReproduçãoTênis Puma by McQueen

“Fomos os primeiros, há mais de 10 anos, a revolucionar a moda atlética ao trazer estilistas para a área. Na época, fizemos isso com a estilista Jil Sander, e continuamos essa estratégia com Alexander McQueen, que já faz parte do nosso portfólio por alguns anos. A Puma representa a individualidade e queremos que nossos consumidores expressem quem eles são por novas formas, pelo que eles vestem da nossa marca. Acredito que se conseguirmos fazer isso e inovar estilo, função e tecnologia, e combinar a influência do estilo de vida esportivo com a moda, isso tornaria a Puma diferente, e portanto desejada”.

ReproduçãoTênis Puma by Jil Sander

Tags:          

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest

Comentários (3)

  • Sres. Meu nome Luiz Fernando castro sou casado e tenho um filho de 14 anos , estou a cinco anos desempregado e pagamos o aluguel , água e a luz com que minha esposa ganha , ultimamente estou fazendo bicos , recebi uma proposta de emprego, mas preciso arrumar meus dentes primeiro , pois estão todos bem moles , não consigo comer direito com medo que caia, preciso de ajuda dos Srs. para arruma – los , pois não tenho condições, preciso também de um computador mesmo usado para meu filho pois precisa fazer trabalhos escolares e sempre tem que fazer a mão, por as vezes não termos dinheiro nem para ele fazer os trabalhos em lan house .
    Minha esposa está grávida e uma gravidez de risco por isso precisa deste emprego.
    Por favor, nos ajude.

    Obrigado
    Luiz Fernando.

  • [...] atual.push({‘id':’5245′,’ct':0}); j(j(‘#lpg_5245 .lpg_thumb’).get(0)).click(); Hussein Chalayan é o novo diretor criativo da Puma, sabia? Calma: ele não fez uma saia de madeira que vira mesa de centro e nem um vestido que se [...]

  • [...] Lilian Pacce put an intriguing blog post on CEO da Puma fala de Chalayan e McQueenHere’s a quick overview#227;o da empresa em 1993 – foi sob sua gestão que ela ficou mais fashion e moderna…. [...]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>