Prada (masculino) outono-inverno 2017/18

16.01.2017 - 11:21Desfiles Milão comente!

Ver mais fotos

“Existe muito a seguir, muito a fazer. Você perde de alguma forma o normal [que te é] natural. Existe uma necessidade de normalidade“, Miuccia Prada fala no backstage sobre seu outono-inverno 2017/18 (e pré outono-inverno 2017/18 da linha feminina) apresentado na Semana de Moda Masculina de Milão nesse fim de semana. É, de fato uma necessidade de ser especial (e de mostrar isso nas redes sociais, preferencialmente) que move a todos, num mundo onde qualquer um é digital influencer – então o bacana é… não ser? O toque dos tecidos é, na verdade, especial sim – veludo cotelê, couro, napa, tricô. Eles aparecem em cartela de cor setentista (assim como a silhueta que a estilista gosta tanto, de calças com boca larga e casacos acinturados) e, portanto, meio brecholentos mesmo – mas, ao contrário da estética Alessandro Michele pra Gucci, não contam com bordados e adornos extravagantes. Mas o mais interessante são os motivos que aparecem nas blusas de tricô, arte abstrata banal de propósito, daquelas de sala de espera de consultório médico. O comum virou incomum. Um respiro no mundo do espetáculo e da megalomania que conseguiu até eleger um presidente nos EUA. Mas o comum também não é um apelo ao conservador que gosta de deixar as coisas do jeito que estão, que tem medo da mudança? Pra variar, a Prada nos faz pensar. Sempre esteve no cerne dela questionar padrões, normas, o “bom gosto” – ao flertar com tudo isso, ela também causa estranhamento. Mas seria um estranhamento do mesmo tipo? Confira mais na galeria.

Tags:                      

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *