Cruelty-free: cosméticos do bem!

Divulgação
Confira produtos de marcas que não fazem testes em animais! Essa é a colônia Therapy Sensuality do Atelier do Banho (R$ 52,25)Próxima Ver mais fotos
Confira produtos de marcas que não fazem testes em animais! Essa é a colônia Therapy Sensuality do Atelier do Banho (R$ 52,25)

Pauta do momento após o episódio dos beagles do Instituto Royal: hoje em dia, com tantos produtos no mercado, é difícil saber exatamente de onde vem os nossos cosméticos e quais os cuidados envolvidos na produção deles. A entidade de proteção aos animais PEA, Projeto Esperança Animal, divulga uma lista de empresas que não fazem testes em animais. Com base nessas informações a gente criou uma galeria cruelty-free: tem xampu, esmalte, maquiagem, creme – tudo o que você precisa pra mudar de hábitos e adotar um estilo de vida mais solidário! E lembrando que a The Body Shop, uma das 1ªs empresas a assumir uma postura contra a crueldade com animais, pretende abrir lojas no Brasil!

Já viu o vídeo da Ralph Lauren com a participação de cães resgatados?

Amend0800 019 7473
Arte dos Aromas(11) 4043-1820
Atelier do Banho(19) 3241-8895
Biopowerline’s(19) 3541-1953
Biozenthi(48) 4102-3322
Burt’s Bees0800 550 203
Cativa Natureza(41) 3363-0905
Elke0800 117 707
Est0800 772 2998
Feito Brasil(44) 3245-3267
Flores & Vegetais Cosméticos(19) 3543-4141
Giovanna Baby0800 117 707
Granado0800 940 6730
Impala0800 541 2595
Ikove(19) 3886-6030
Jequiti0800 776 7575
Memphis0800 512 282
Multivegetal(19) 3289-6369
Natura: 0800 11 55 66
O Boticário0800 413 011
Phytoervas0800 117 707

Tags:                                                                

Compartilhe Imprimir Google + Pinterest Whatsapp

Comentários via Facebook

Comentários (64)

  • Lola Maria disse:

    Pois é eu adorei o post.
    E é por isto que eu só aceito encomendas dos produtos de empresas que não testam em animais.
    As minhas amigas, sempre me dizem que perco dinheiro por não aceitar encomendas de várias marcas, mas eu prefiro o pouco dentro do que eu acredito ser o certo, a muito as custas de animais indefesos.
    Parabéns pela iniciativa.
    Beijos
    Lola

  • Muito Legal esse post!!! Devemos ter um pouquinho mais de consciência no nosso consumo de produtos em geral!!! Parabéns!!!

  • Carlos Ferreira disse:

    Pode defender suas baratas, escorpiões e cobras e outros . crie todos em sua casa.compararvanimais domesticos com isso é ruim !

  • Sarah disse:

    (Te amo Natália, falou tudo) Nada mais eficaz fazer testes em humanos, assim os medicamentos terão éficácia superior ao usá-los. Peguem os pedófilos, os assassinos; eles não servem pra nada; só para aterrorizar a sociedade. E isso não tem nada de teste é tortura! Eles passam dos limites, animal nao é brinquedo é um Ser Vivo, o fato de eles não falarem, não significa q os animais não sintam dor, assim como nós; isso só mostra o qanto são indefesos. Por favor iso não é teste, psicopatiashipócritashttp://animais-ame-os-e-os-deixe-viver.blogspot.com.br/2013/02/gatos-sao-torturados-em-experimento.html #vidaindependentedaespécie. Vivemos numa nova era com pessoas inteligentes, avanço da medicina…e tantos outros! parem de machucá-los, ninguem gosta de sentir dor!

  • Leonardo Marques disse:

    Senhora Juliana, leia e pesquise antes de falar.
    Saiba porque atualmente se fala e defende os Beagles (animais bonitinhos), é a raça de cão usada para testes em todo o canto do mundo que testa produtos em animais, os laboratórios os escolheram para sofrer.
    Porque testar em animais? Quem nos deu o direito de pegar animais e testar neles algo que é para NÓS?
    Se o produto é para nós que seja testado em seres humanos SIM, não há senso em testar algo em um ser que tenha um organismo diferente do nosso. Se um organismo humano já tem reação diferente de ser humano para outro imagina a relação de um ser vivo de outras espécie. Como a Natália farmacêutica falou.
    Pesquise a quantidade de restaurantes vegetarianos que há no país, se tu moras em uma cidade no mínimo de médio porte pode procurar que encontrarás, já se moras numa cidade pequena talvez justifique seu nível de visão do resto do país.
    Pesquise quantos vegetarianos há no país, veja como esse número vem em crescimento, não é do dia para a noite que alguém muda seu hábito alimentar e como o costume do brasileiro é comer carne bovina, suína, aves, etc. isso é um processo difícil e lento.
    Em muitos locais no mundo o normal é não comer carne de animais. E já paraste para pensar na diferença do sistema digestivo do humano e do felino (por exemplo)?
    O intestino do humano é longo (entre 7 a 9 metros de comprimento) o do leão (exemplo de felino) não chega a 1/7 disso. Sabe porque?
    Porque nós humanos temos o corpo todo feito para ser vegetariano. Por isso temos dificuldade para digerir carnes em geral. A questão que precisamos de proteínas dos animais é balela, podemos sim adquirir o nível de proteína ideal sendo vegetariano.
    Assim dona Juliana estude MUITO mais, assim como o seu Helder e outros aqui que não entende e preferem viver como assassinos a tentar entender o que pode ser feito, comece lendo este artigo:
    http://grupoconscienciaviva.com/2011/11/09/para-os-que-ainda-insistem-em-comer-carne-e-para-os-que-ainda-nao-entendeu/

    Coloquem-se no lugar dos animais, se acham absurdo testar em humanos porque é normal testar animais?
    Os animais selvagens são claramente mais responsáveis que nós, eles tiram da natureza o necessário não destroem o seu próprio habitat, diferente de nós.

    Os índios testaram seus medicamentos em animais antes de usar nos seus iguais? Não, então acho que os índios são superiores a nós. Seres humanos são a pior praga da terra.

    Obs.: adorei muitos posts aqui, principalmente o do Anderson e da Natálias, entre outros.

  • adriana disse:

    é duro ouvir as bobagens que são ditas. Os que metem o pau nos protetores de animais deveriam levantar a b* do sofá e fazer alguma coisa.

  • miriam disse:

    EStou com Ivete e Janieri. Seguiremos assim. Obrigada por me avisar das outras marcas que não comprarei mais produtos.

  • miriam disse:

    Com certeza muito já foi testado nos animais. Mas o avanço da ciência, precisa e deve rever os métodos
    laboratoriais. É possível sim, fazer testes sem usar os animais.

    Agora, ainda temos um problema: quantos medicamentos, vacinas, cosméticos, são testados antes nos animais, aprovados, vão para o mercado, o consumidor adquire, e aquele composto (já testado e aprovado, vejam só), traz problemas à saúde o consumidor? Então os testes não são eficazes em 100% para serem colocados a venda ou para vacinar a população. Muita gente passa mal, cai cabelo, fica com manchas na pele, alguns vão à óbito, por estes produtos antes testados nos animais?

    Sou radicalmente contra os testes nos animais, e a ciência, repito, pode e deve melhorar seus métodos. Estamos em 2013.

    Quem quer fazer uso das ervas medicinais que os indígenas utilizaram durante séculos? Laboratório não vai perder mercado para os chamados primitivos, selvagens. Temos muito que aprender com eles.

  • Jaqueline disse:

    Para essas pessoas egoístas que aceitam que um animal seja torturado para o bem da ciência, deveria implorar para ser cobaia num desses experimentos, quando quebrei minha perna passei horas esperando atendimento médico, doía muito, fui atendida. Imagine que para o bem da ciência, um animal foi submetido a dores insuportáveis, teve ossos quebrados para testar o medicamento que foi usado em mim. Uma vez, um médico me disse que determinados produtos para humanos muitas vezes não reagem com um animal e que a humanidade já está mais do que capaz de ter medicamentos e produtos sem precisar torturar animais. Existem pessoas que são bem pagas para testar medicamentos. Como também existem parasitas da humanidade, àqueles que comem nossos impostos, àqueles que somos obrigados a sustentar, estou falando dos presidiários que cometem crimes hediondos, eles deveriam testar esses medicamentos, já que não servem como humanos, deveriam ser voluntários para mostrar o arrependimento que dizem ter quando estão na frente do juiz. É muito fácil ver o sofrimento dos outros e virar a cara, atravessar a rua,” afinal, não é comigo”. Pessoas que são a favor dos testes são assim.

  • priscila disse:

    Juliana.

    Seu comentario é ridiculo há metodos alternativos sim.

    Em relação aos que falam que pq defendemos animais em vez de seres humanos?
    Não sejam hipócritas!!! Será que qdo vê um mendigo na rua leva para casa? ou da o de comer?
    Ou passa do outro lado da rua com medo ou fecha o vidro do carro pra fingir que não vê?
    Pelo os defensores fazem algo e vida animal tbm é vida e eu defendo-a principalmente se este alguem é mais fraco e nao pode gritar por socorro!

  • sonia disse:

    para medicamentos não existe uma maneira de testar medicação. Tem que ser em seres vivos: animais e depois os humanos mas tem gente que e pior que bicho e poderia servir a humanidades sendo cobaias para testes laboratoriais como bandidos que deveriam ser condenados a pena de morte. A pena seria ser cobaia de laboratorio e depoisa morte se sobrevivesse as experiencias. Que tal?

  • Glaucia disse:

    Prefiro bicho do que gente!!!

  • Juliana disse:

    SERIA ÓTIMO SE AS PESSOAS QUE INCENTIVAM ESSE ATO DEMONÍACO E MONSTRUOSO …. ASSISTISSEM ESSE DOCUMENTÁRIO DO INSTITUTO NINA ROSA..http://www.youtube.com/watch?v=Uxxj9GRbyBE&feature=youtu.be.. E SE CONFORMEM QUE NÃO HÁ NECESSIDADE DOS TESTES SEREM FEITOS EM ANIMAS VIVOS….. NÃO É JUSTOOOO….. ASSISTAM REFLITAM E SE TORNEM UM SER HUMANO DE VERDADE !!!!!

  • Carla disse:

    BRAVO NATÁLIA!! grande verdadeira cientista!!! Não uma torturadora, que se diz cientista, como o Helder, que apenas gosta de dor e sofrimento!!! BRAVO NATÁLIA!! RESPONDE HELDER””

  • Rosa maria da Silva Araujo disse:

    É isso aí Karina Meirelles tem o meu respeito, falou tudo e corretamente!!! Enquanto a pessoa Juliana nem vou entrar em discussão porquê nem sabe o que está dizendo e ponto!!!!

  • Rose disse:

    Concordo com a Juliana…

    Caramba ela disse tudo!!! vi ontem uma matéria de um abrigo… mas não era de animais era de crianças…
    em péssimas condições um abrigo provisório mas a maioria só sai de lá adulto… Agora pergunto por que não tem ninguém defendendo essas crianças, manifestando a favor delas?… será que essas pessoas tem noção de podem estar impedindo de salvar vidas interrompendo essas pesquisas? Eu tenho dois filhos e se a vida deles depender desses bichos rezo pra que a ignorância não vença por que digo com toda certeza, se tiver que rasgar um desses cachorros com os dentes pra salvar meus filhos assim farei… parem de hipocrisia e não comam nenhum bicho pois todos sofrem, mas precisamos deles, adoro um churrasco(boi, galinha, porco)… e ninguém tem uma solução, ou será que alguém tem, pra substituir os animais,e QUE FIQUE BEM CLARO … essa é a minha verdade é o que eu penso não me importo com quem me odeia por isso… tenho bem mais que simples cachorros pra defender…PRA FRENTE BRASIL!!!!!

  • Célia disse:

    Alguém poderia citar quais vacinas não foram testados em animais. E antibióticos, e antineoplasicos, q não foram testados em animais. Quais os grandes laboratórios que não testam em animais ( não essas porcarias que fazem cosméticos). Se o instituto em questão não tinha licença e outra história. Isso e uma questão de desgoverno que assola este pais. Os ativistas que me perdoem, mas não e desta forma que vamos resolver este problema. Vocês se igualaram a eles!

  • magui disse:

    é realmente uma questão a ser pensar..
    os remedios, vacinas, etc precisam ser testados, como se diz um test drive.
    mas acho que os testes deviam ser feitos em humanos, começando nos presideos, pegar esse povo que só faz mal a população, eles merecem ser cobais. ja que nao prestam pra nada mesmo

  • Carla disse:

    BRAVO KARINA MEIRELLES, BRAVO!!

  • JOSE disse:

    A questão DO RESPEITO AOS ANIMAIS é muito delicada.
    Laboratórios investem pesado em novos experimentos e que na maioria das vezes não servem para quase nada.
    Imaginar que o EXAGERO praticado com essas criaturas é normal é natural, é fugir da realidade.
    Precisamos ser coerentes mas para isso precisamos ter consciência de nossas verdadeiras necessidades.
    Eu particularmente me sinto mutilado com experimentos em ANIMAIS, a ciência com letra maiúscula não precisa optar por procedimentos medievais para conhecer resultados.
    Jamais concordarei com essa CARNIFICINA.
    JOSE

  • Handiara disse:

    Apoio, o texto, e tb e um comentário acima: “os homens fazem as leis e delas se valem para se defender e à sua espécie, os animais (irracionais), ao contrário, não têm direito de escolha e ficam à mercê dos homens”

    Agora só uma pergunta: e os produtos da DERMAGE ??? eu uso há anos..e gosto muito, mas se eles estiverem na lista….fico fora. paro na hora.

  • DORA disse:

    testem nos bandidos e nos politicos safados! deixem os bichinhos viverem em paz!

  • rakel disse:

    Carla concordo plenamente com vc em tudo que citou!!Tenho pena de pessoas assim…E AINDA QUEREM QUE O BRASIL VÁ PARA FRENTE!Ana Elena que tal mandar seus filhos para serem cobaias então??Usar animais para testes é inaceitável são indefesos e não falam Santa ignorância dessa gente burra e escrota!

  • Carla disse:

    Juliana, santa ignorância é a tua!! Pois não come carnes, não uso cosméticos que usam animais, e toda a baboseira que comentastes!!! Inclusive, leio os rótulos para ver se não usam animais, como o carmim, que é um besouro, que fornece a cor vermelha e roxa para alimentos. A ignorante aqui sabe disso e defende o besouro, e a inteligência pura, chamada Juliana, sabia disso? quem disse que não defendemos os animais feios?! Quanto aos remédios, tu e teus colegas que adoram tortura, entendam, que existes outros métodos para estes testes!!! Que bom que o comentário do Anderson, se tornasse realidade, e os seres mais inteligentes de outros planetas, usassem tu e teus colegas de opinião em testes!!! PARA FRENTE BRASIL, USANDO TESTES EM PRODUTOS SEM TORTURAS PARA UM MUNDO MELHOR!!! quem usa animais, são iguais a pedófilos, que usam crianças indefesas…

  • Rafaela disse:

    Há como cansa houvir…”defende os animais, pq não tira as crianças das ruas… blá, blá, blá blá…. “quem disse que não fazemos isso, quem ajuda ao próximo não escolhe à quem… santa ignorancia!!! Já vi gente desnecessária no mundo, mas to tipo que critica um bem feitor, uma pessoa que age com amor… me surpreende! façam mais, falem menos!

  • Carla disse:

    Anderson, maravilhoso comentário!! este argumento de vida superior, que há, é algo que gostaria que os torturadores, que usam a ciência para realizar os testes, respondessem, mas é obvio que eles não tem resposta!! qualquer argumento que usem, é uma capa para o verdadeiro e covarde objetivo: Eles são seres que gostam de torturar seres indefesos, para ver a dor deles.

  • Juliana disse:

    Desafio os críticos e ativistas de plantão a NÃO UTILIZAREM nada que tenha sido testado em animais, isso inclui:
    – vacinas (joguem suas carteiras de vacinação no lixo, antes de chegar à população as vacinas são testadas em animais)
    – medicamentos (se não forem testados em animais, serão testados em quem? Nos SEUS filhos, será que vocês entregariam seus filhos para testes, apresentando-os aos riscos?! Vejo alguns sugerirem testes in-vitro… como reproduzir um teste in-vitro de medicamento para AVC, asma, diabetes?)
    – cosméticos (as empresas que dizem não testar cosméticos em animais na verdade utilizam os dados de testes antigos realizados com os componentes, ou seja, se fabrico o mesmo produto há 30 anos, não preciso testar de novo agora…)

    Aproveito e desafio também a RECUSAR aquele delicioso churrasco feito de carne de VACA, PORCO, FRANGO, CARNEIRO…

    se é pra defender os animais, seja ao menos coerente, seja ao menos justo e defenda TODOS OS ANIMAIS, E NÃO SOMENTE OS BONITINHOS!!!! Nunca vi ninguém defendendo baratas, moscas, abelhas, mesmo sendo estes animais utilizados como modelo experimental… falta coerência.. Santa ignorância…. PRA FRENTE, BRASIL!

  • Janieiri Moretti disse:

    Sr. Helder
    Prezar pela vida não é sustentar mendigos que podem trabalhar e têm uma estrutura do Governo para se abrigar e se alimentar e se recusam a fazer isto porque preferem viver bêbados nas ruas às custas da boa vontade dos outros. Não é dar esmolas as crianças nos sinais de trânsito mostrando a elas que essa é a maneira mais fácil de viver. Esse Instituto Royal fez pesquisas ilegalmente por anos e só há dois meses teve sua licença .Receberam dinheiro público (o meu, o seu) também ilegalmente. Existem métodos alternativos, sim, só que mais dispendiosos. As empresas como a Unilever, a Johnson’s, a L’Oréal, a Pootector&Gamble têm lucro bilionário e não investem em métodos alternativos porque temos cientistas que se submetem a este tipo de pesquisa para poder viver no bem bom. Se deixarmos as coisa nas mãos de pessoas como você, vão se passar cem anos e não teremos dado nenhum passo em direção as novas pesquisas.

  • Luciane disse:

    Apoio o que a Natalia disse, só para esclarecer.

  • Luciane disse:

    APOIO TUDO DO COMEÇO ATÉ A ULTIMA PALAVRA, se todas as pessoas pensassem assim.

  • RENATA disse:

    POR Q NO TE CALLAS??????????

  • Ivete disse:

    Senhor ou Doutor Helder

    O senhor disse muito bem! Os brasileiros têm mania de julgar sem ter provas, aliás coisa típica do SER HUMANO, independentemente de nacionalidade, raça ou credo.
    É exatamento o que o senhor está fazendo. Nem todos que defendem os animais ignoram os menos favorecidos e suas necessidades, ajudam como podem e seus pets comem simples rações ou restos.
    De qualquer forma, a fome e a miséria têm outras causas e instrumentos de defesa.
    Outra coisa que o senhor esquece ou finge não saber, é que a realização de testes em humanos jamais se daria sem o concentimento dos envolvidos ( a não ser em alguns momentos da história da humanidade, como bem deve saber). Muitos com doenças terminais e/ou sem cura chegam a participar de experimentos em outros países.
    Resumindo: os homens fazem as leis e delas se valem para se defender e à sua espécie, os animais (irracionais), ao contrário, não têm direito de escolha e ficam à mercê dos homens (outros animais ditos racionais).
    Vale lembrar que esse mesmo homem, como animal que é, pode extrapolar e acabar agindo pelo simples instinto. É o que acontece nas duas pontas: os que não respeitam os animais e os que não respeitam aqueles que não respeitam os animais.
    São efeitos colaterais.

  • Sandra disse:

    Sr. Helder, sou uma amante incondicional dos animais, mas prezo muito pelo ser humano tb. Acredito que natureza e seres humanos tem de serem respeitados. Cada um na sua! A luta pela melhoria do planeta é bem ampla. E faço trabalho voluntário tanto para animais como para seres humanos. Não vejo porque um protetor de animais não pode lutar pelos direitos dos mesmos! Sendo que infelizmente os animais não tem voz e os seres humanos sim. Trabalho com prato de sopa nas ruas. E muitos indigentes não queres sair das ruas Helder. Esta é a escolha deles. Já os animais não escolheram a crueldade a que os seres humanos os
    colocam diariamente. Por isto a luta animal é mais árdua e muitas vezes incompreendida. O /ser humanos tem escolhas, o animal não. Uma boa tarde a todos!

  • Karina Meirelles disse:

    Deputado Fernando Capez, sobre as mentiras contadas pelo Instituto Royal, por representantes do Governo e as verdades sobre experiências no exterior:

    1) A falta de licença do Instituto antes de 29/08/2013 para promover pesquisas com animais, realizando-as ilegalmente e com o apoio do Dr. Marcelo Marcos Morales, coordenador do CONSEA (Conselho Nacional de Experimentação Animal).

    2) O fato de que o Instituto Royal produziu 2.800 quilos de cadáveres de animais sem licença do governo.

    3) A falácia e falta de qualquer prova ou indicio que se realizava ali estudos sérios sobre câncer.

    4) A informação de que no Reino Unido, apenas 0,1% dos laboratórios utilizam cães e os outros 99,99% utilizam métodos alternativos.

    5) O repasse irregular de R$ 5.249.498,52 do dinheiro público em 2012 para uma entidade que não tinha licença para funcionar.

    6) A licença que o Instituto Royal possuía era para canil.

    7) O crime federal cometido pelo Instituto em realizar experiências dolorosas ou cruéis, de acordo com a Lei de Crimes Ambientais no Brasil (artigo 32, parágrafo 1), quando existiam métodos alternativos para os mesmos testes.

    8) O crime cometido pelo Instituto, de acordo com a lei 11.794, artigo 14, que diz que o animal somente poderá ser submetido a procedimentos, se receber cuidados antes, durante e depois, de acordo com normas do CONCEA. Se o Instituto não tinha cadastro aprovado no CONSEA, não poderia ser fiscalizado ou saber destes procedimentos.

    http://www.youtube.com/watch?v=m0c3s6CpZJY#t=45

  • Ivy Cascardo de Carvalho disse:

    Olá, boa tarde. Acabei de ver a matéria e achei super interessante. Conheço uma ótima indústria, em Minas Gerais, que também não faz testes em animais. O nome dela é: Arvensis Cosméticos, e o site: www. arvensis.com.br

    Obrigada!!

  • elaci disse:

    Uma das marcas Brasileira que não faz testes c animais e é livre de parabenos, óleo mineral, parafina. É a BUONA VITA COSMÈTICOS. Oferece produtos inovadores e eficazes. Vamos melhorar nossos conceitos.

  • Patricia disse:

    Caro Helder..creio q vc mesmo sendo biomédico não tenha conhecimento dos verdadeiros laboratórios de torturas animais. E não foi comprovado maus-tratos aos Beagles? É só vc procurar por notícias na net mesmo pra ver fotos e depoimentos dos ativistas. Animais queimados, dentes colados e outras atrocidades que não seriam feitos em humanos. Oras…animais podem ser cobaias, pessoas não? Humanos que deveriam ser, pois tem boca pra falar se estão sofrendo ou não. Me dá nojo pessoas que só vêem a parte científica da coisa, e esquecem que animais tem sentimentos e sofrem tbem.

  • Mari disse:

    Parabéns pela iniciativa. Alguns comentários ridículos aqui embaixo. Vamos ler mais, gente. E parar de falar besteira. Não me venham com essa de que humanos tem que ser preservados mais do que animais, isso tudo é egoísmo e ignorância.

    Por isso que o mundo está como está. Então, antes de blá blá blá, pesquisem sobre tudo antes de falar.

  • VILMA disse:

    OS BEAGLES TEM CARACTERÍSTICAS PRÓPRIAS, CRIADOS OU NÃO EM BAIAS. ESTÁ CIENTIFICAMENTE
    PROVADO QUE ALGUM ANIMAIS SÃO MUITO INTELIGENTES,ELES SABEM O QUE VAI ACONTECER COM ELES.

  • sandra disse:

    elder disse:
    26 de outubro de 2013 às 18:03
    Cruelty-free? Que m* ridícula é essa?! Engraçado é que, com testes em animais se vende bem…sem testes em animais se vende bem, também!!! Tudo é consumo: depende somente de quem vende e de como queremos comprar. O mais louco de tudo é pessoas que não entendem nada de ciência dizer que todos os testes com animais é crueldade. O caso dos beagles, por exemplo, pode até ser que estavam sendo mal-tratados (o que ainda não foi comprovado-um defeito grande nos brasileiros, que adoram julgar sem terem a menor ideia do que estão falando e sem provas), a empresa estava dentro de normas internacionais de pesquisa utilizando espécimes vivas. O chato é o fato de muitas pessoas de sociedades protetoras de animais serem pessoas que apenas nutrem amor grande por animais) Não amamos todos os bichos,humanos e não,e foi provado sim os maus tratos e NUNCA que este Instituto Royal, funcionava com autorização de lugar nenhum nem brasileiro nem internacional,vai se informar melhor caro Helder !!!

  • Natália disse:

    Helder te garanto, mesmo sendo apenas uma quase formada em farmácia, que hoje em dia temos métodos comprovados para serem usados como testes muito mais eficazes do que o próprio teste em animais. Você como um biomédico também deveria saber que os testes em animais não são confiáveis para a maioria dos medicamentos estudados, e isto eu posso te comprovar com diversos exemplos, como a aspirina que em ratos causa defeito nos fetos e em cachorros pode ser extremamente tóxico. Já para nós é um excelente anti-inflamatório e evita o agrupamento de plaquetas. Ou Ibuprofeno, Diclofenaco de sódio ou potássio, piridium®, entre muitos outros.
    Esse teste ainda é utilizado porque, principalmente no Brasil, os métodos ainda são arcaicos e ainda infelizmente existem pessoas assim como você que pensam que só porque induziu um animal a nascer em um laboratório tem o direito de utiliza-lo como um objeto que não sente dor, medo, frio ou qualquer outra sensação que nós humanos também sentimos, o pior, é que eles não possuem nem o direito de se defender contra esse absurdo. Para um animal nascer em laboratório ele teve que ser colocado lá por um homem (infelizmente), ele não está lá por vontade própria!
    O que me entristece muito é ainda por cima ter que ler um absurdo como “Além do fato de não serem criados para fins de estimação”. Então quer dizer que se eu colocar um bebê recém-nascido em um laboratório e cria-lo lá dentro, sem que ele possa sair e cumprindo as normas, terei o direito de sujeitá-lo a testes como raspar a pele dele até ficar em carne viva só para testar um cosmético? Ou o fazer ingerir um medicamento até a dose tóxica só para garantir que aquela é realmente a dose tóxica? Quem sabe pingar alguns cosméticos no olho dele para ver a sensibilidade? Ou melhor, aplicar um medicamento e abri-lo para ver como os órgãos dele reagem? E ainda por cima ser o dono da vida dele, tendo o direito de executá-lo em qualquer momento que eu achar propício.
    Até hoje não consigo entender quem deu ao ser humano o direito de decidir pelos animais quem servirá como estimação ou brinquedo para teste. Alguém pode me esclarecer isso?
    E não vem me dizer que os testes que seguem as diretrizes da bioética não são cruéis, porque sujeitar um animal a ficar preso em um laboratório e a mercê de pesquisadores para servir como cobaia já é uma crueldade. Ainda mais quando o mesmo não tem o direito de se defender! É só pensar, por que para humanos isso é considerado crueldade e para animais não? Qual a diferença?
    Uma coisa eu concordo com você, muitas pessoas passam fome e quase ninguém se mexe para fazer alguma coisa, mas como exigir que nós lutássemos por pessoas que tem a capacidade de se defender e pedir um prato de comida se nós não lutamos por aqueles que nem essa capacidade tem?
    Animais não são brinquedos, e nós não temos direitos sobre eles! (Até porque nós também somos animais, não?).

  • angela disse:

    Os testes devem ser feitos em humanos (muitos inúteis que andam por ai) SOMENTE!!!!!!!!!!!!! Nada de animais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Anderson disse:

    Ora caro Helder, para mim a questão não é se são tratados de acordo com a lei, não deve ser feito qualquer tipo de teste em animais e ponto. Vamos colocar um humano em um cubículo e tratá-lo exatamente como um animal deste que você diz não ser maltratado, será que ele concordaria? Por que os testes devem ser feitos com os animais? O que eles tem a ver com a maquiagem ou doenças dos humanos? Porque devemos ter mais direito a vida do que eles? Vamos supor que em nosso universo, com toda sua imensidão, há vida inteligente em outros planetas, superior a nossa. E eles comecem a pegar os humanos para fazer testes para cura de suas doenças. Você concordaria com isso? Afinal eles estariam utilizando do seu ponto de vista, pra que eles testariam neles´mesmos se podem testar em seres inferiores? A questão é o ponto de vista. Tenho certeza que se pudessem se negar aos testes os animais o fariam, assim como os humanos e como qualquer outro ser.

  • carla disse:

    Maravilhosa matéria, para as pessoas de bem!!! Que não usam, o nome da ciência, para realizar torturas em indefesos!!1

  • Ana Elena disse:

    Concordo com o Helder….muitos defendem uma opinião sem nem entender ou estar informado sobre o que realmente acontece. Não devemos julgar sem que um exame minucioso de cada caso seja realizado, e mais uma vez, medicamentos que salvam vidas precisam ser testados antes de cada um de nós podermos usar…tudo dentro da legislação vigente e minimizando ao máximo os testes em animais. Mas antes de julgarmos qualquer atitude, cabe a nós nos informarmos sobre o assunto!

  • VANESSA disse:

    Infelizmente a Mary Kay faz SIM testes em animais, assim como a Unilever, L’Oreal, Avon, mas existem outras marcas sérias q ñ estão nesta lista e q ñ fazem, como a contém 1G, Vult, Marchetti, Tracta, Colgate, Payot…devemos prestar atenção nisso e comprar apenas produtos d empresas do bem e boicotar essas q ainda fazem essas barbáries com nossos peludos

  • Larissa disse:

    A Moroccanoil não faz teste em animais e não contém parabeno em nenhum produto. Inclusive tem aquele símbolo do coelhinho (cruelty free) nas embalagens

  • carla disse:

    Prezamos pela vida, sim!! Quanto aos mendigos, eles gostam desta condição, pois não querem ir para albergues com regras!! Mas tu podes cuidar deles, em vez de ficar falando de quem luta pela vida!!! Pode deixar que dos animais, nós cuidamos e defendemos de torturadores como tu!! Usam o nome da ciência para torturar indefesos!! Pode argumentar o que quiser!! quem maltrata animais, é um covarde!! Igual aos pedófilos, pois agridem seres indefesos!! Testa os produtos em alguém de teu tamanho que pode se defender!!! Também em ti, ou nos presidiários assassinos e pedófilos!!! Para mim tu és igual ao pedófilo!!!

  • flavia disse:

    amo seu blog….. mais vou lhe deixar uma dica ao invés de vc divulgar o nome das empresa seria bem melhor vc colocar o linque do site original para que as pessoas possa entra pois sou de uma empresa de cosmético 100% brasileira RACCO que nunca fez teste em animais entre outras empresa que tenho certeza que muitas pessoas vestem a camisa e que não aparece nesta lista e não vão gostar nada de ver isto… #FICAADICA

  • Eliene disse:

    Testa em animais depois em mim! Bola fora, propaganda enganosa. é o falso “politicamente correto”. Todos os produtos devem ser testados em animais.

  • Eliene disse:

    Que pena! Não é bom comprar produtos sem testes em animais. Não quero ser cobaia destas empresas. Melhor testar em animais depois em mim.

  • Aline Varela disse:

    A Mary Kay não realiza testes em animais
    A Mary Kay Inc. não conduz ou solicita que terceiros conduzam qualquer teste de produto ou ingrediente em animais
    há mais de 15 anos. A Companhia apóia ativamente a pesquisa de métodos alternativos de testes.

  • Sanira Abreu Campos disse:

    E ridículas são as pessoas que acham testes em animais normal! Testa em vc, na sua mãe, nos seus filhos… pimenta nos olhos dos outros é refresco né?!

  • Sanira Abreu Campos disse:

    Adorei a matéria!
    E ridículas são as pessoas que acham testes em animais normal! Testa em vc, na sua mãe, nos seus filhos… pimenta nos olhos dos outros é refresco né?!

  • Lillian disse:

    PEA????? Eles se baseiam em que as empresas falam e não em comprovações como o PETA.

  • Daniele Akemi disse:

    ótima matéria, parabéns pela iniciativa!

  • Pedro disse:

    Elas podem não testar em suas dependências. Mas os ingredientes que usam, vindos de empresas terceirizadas testam. São componentes químicos, serio mesmo que não foram testados antes de ir para as lojas??? O shampoo da Natura, por exemplo, usa o Parabeno, que está associado ao câncer. Você jura que isso nunca foi testado na pele de um animal, antes de chegar na minha casa?

    http://www.istoe.com.br/reportagens/91829_EM+BUSCA+DE+COSMETICOS+MAIS+SEGUROS

  • kleyce disse:

    tem varias marcas quee não fazem testes em animais e vcs só divulgam isso. por exemplo a Mary kay do Brasil não faz testes em animais

  • Eu ia postar exatamente isso, Renata! Como uma empresa que faz testes em animais comprovadamente, compra outra que tem seu marketing todo voltado contra isso, ridículo. E mais, alguém aqui compra da China? No mesmo canal de trabalho de Lilian Pacce já passou um doc sobre como funciona o trabalho escravo por lá, assim mesmo compramos, usamos coisas fabricadas por pessoas totalmente desconsideradas, que perdem braços, pernas, são chamados de “aranhas humanas” pq rastejam depois de perderem seus empregos que lhes proporcionou isso e uma compra baratinha para nós. Que se brincar sofrem como ou mais que os beagles da Royal. OI. Mundo maldito sem coerência e sem ideais de vida.

  • Helder disse:

    Blog Lilian Pacce, dessa vez, mandou mal!!!

  • Helder disse:

    Cruelty-free? Que m* ridícula é essa?! Engraçado é que, com testes em animais se vende bem…sem testes em animais se vende bem, também!!! Tudo é consumo: depende somente de quem vende e de como queremos comprar. O mais louco de tudo é pessoas que não entendem nada de ciência dizer que todos os testes com animais é crueldade. O caso dos beagles, por exemplo, pode até ser que estavam sendo mal-tratados (o que ainda não foi comprovado-um defeito grande nos brasileiros, que adoram julgar sem terem a menor ideia do que estão falando e sem provas), a empresa estava dentro de normas internacionais de pesquisa utilizando espécimes vivas. O chato é o fato de muitas pessoas de sociedades protetoras de animais serem pessoas que apenas nutrem amor grande por animais. Porém, isso somente, não basta. Amor demais tira-nos da lógica: por exemplo, essas pessoas que invadiram as baias para “libertarem os coitadinhos” não fazem ideia do mal que fizeram a animais criados em ambiente de pesquisa, que têm luz controlada, número de pessoas restrito em contato com eles, movimentos calculados dentro desses ambientes: tudo para não estressá-los. Além do fato de não serem criados para fins de estimação. Sou biomédico e já estagiei em biotérios: cuidado, respeito pela vida sempre são motes da legislação vigente, na busca da contribuição à ciência sem causar sofrimento. Não entendo a alusão à crueldade quando se fala em pesquisa com animais. O que muitos se esquecem é que, medicamentos que salvam vidas, terão de serem testados diretamente em seres humanos: creio que não lutarão com tanta militância para defender direitos humanos, haja vista que estas pessoas devem conhecer diversos mendigos passando fome em suas cidades e não fizeram nada para minorar suas necessidades. Pessoas essas, cujos pets devem comer melhor que tais seres humanos…e ainda dizem que prezam pela vida!

  • Camila Pelicano disse:

    Para informação, a NYX e a Anna Pegova possuem compromisso de ética e também não realizam testes em animais. Mais informações: (11) 97443-9369.

  • Renata disse:

    Só para informar.. a Body Shop, marca que diz não testar em animais, foi comprada pela L’oreal, marca que sim, testa em animais.
    Uma pena!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas